sábado, 11 de fevereiro de 2012

Tiroteio transmitido ao vivo na TV mata 800 telespectadores



Governo pretende proibir as transmissões de reportagens de crimes ao vivo para evitar novas mortes

           A nova tecnologia dos televisores em 3D, que permite a interação real com o telespectador, está causando sérios problemas à sociedade.

          Uma cobertura jornalistica sobre um confronto entre policia e traficantes, no Rio, resultou na morte de 800 telespectadores espalhados pelo Brasil, e deixou mais de dois mil feridos. “As balas que entravam pelas câmeras dos repórteres atingia as pessoas que assistiam”, disse o delegado que apura a fatalidade.

         Desde que a tecnologia Real 3D foi implantada no Brasil, as emissoras de TV passaram a treinar os cinegrafistas para não deixarem objetos entrar nas lentes das câmeras, para não chegar até o telespectador. Inclusive, nas telenovelas, os atores são instruídos a nunca jogar objetos contra a câmera.

        Mas quando se trata de reportagens policiais produzidas nas ruas, na correria, se torna impossível se desviar das balas. “Vai tudo na sorte”, disse um repórter cinematográfico.

       O Governo Federal pretende proibir as transmissões de reportagens violentas ao vivo, para evitar novas mortes. Outra coisa que também está em debate é a exibição de partidas de futebol, pois muitos telespectadores têm levado bolada na cabeça enquanto assistem.


Exclusivo: Vereador é atacado e engolido por planta carnívora em Brejo da Madre de Deus-PE, mas sobreviveu



Funcionário da fazenda que socorreu e salvou o patrão contou como a planta engoliu o vereador

           Na zona rural do Brejo da Madre de Deus – interior do Estado de Pernambuco– um vereador foi atacado e engolido por uma planta carnívora, mas conseguiu sobreviver graças ao socorro dos funcionários de sua fazenda. O vereador teve o braço esquerdo amputado, perdeu alguns dentes e a aliança de casado.

         De acordo com um dos moradores da fazenda, que socorreu o chefe, a planta estava com a boca aberta, o vereador se aproximou para observá-la e recebeu o bote. "A danada da planta abocanhou meu patrão, parecia um bicho vivo, eu peguei a foice e cortei toda e ele escapou fedendo", disse o caseiro.

        De acordo com um botânico da Universidade Federal de Pernambuco, nunca uma espécie do tipo foi detectada pela ciência naquela região. “Essa planta foi plantada aqui com algum proposito”, disse.

        A polícia vai investigar o caso e uma equipe de ambientalistas está analisando se existem outras espécies da mesma planta espalhadas na região.

      O vereador não quis conversar com a imprensa, mas a família acredita que, se a planta foi plantada nas terras propositalmente, levanta-se a suspeita de ter sido praticada pela oposição.

Nossa,assim você me mata...

                                        
                                                    Lascou-se Inacio de Zé de Ananias
                        

EXPLICANDO A DIFERENÇA ENTRE PINICO E URINOL

Inconformados com as provocações de que enfim se renderam às privatizações, os petistas montaram um dicionário só para tentar explicar o que eles consideram diferenças fundamentais entre o que está fazendo a presidente Dilma Rousseff e o que fez o ex-presidente Fernando Henrique Cardos ao transferir patrimônio público para a iniciativa privada.
A preocupação do PT com o tema chegou a tal ponto que o gabinete da liderança do partido no Senado publicou uma cartilha só para explicar as diferenças entre “concessão” e “privatização”
.Acabei de enviar mensagem aos dirigentes do PT sugerindo que eles leiam os comentários dos gunvernistas Jataúbanos.
Mandei os links de várias postagens como exemplo.
Eles vão encontrar milhares de ginásticas e contorcionismos dos nossos queridos amigos que darão muita munição e inspiração pra explicar pra distinta platéia nacional que concessão é uma coisa e privatização é outra.
A mesma diferença que existe entre axila e suvaco. Explicada com um brilhantismo vermêio-vivo.

Tô lascado:Impotência sexual é um sintoma de doença vascular grave

                                        
Urologistas estimam que 50% dos homens a partir dos 50 anos se queixam de dificuldade de ereção em algum grau. E em 80% dos casos o problema tem origem vascular. Segundo urologista Valter Javaroni, chefe do Departamento de Andrologia da Sociedade Brasileira de Urologia (seção Rio), indivíduos que sofrem de hipertensão arterial, diabetes, acúmulo de gorduras no sangue; são fumantes e/ou obesos correm maior risco de disfunção erétil. E estes são os mesmos fatores responsáveis pela aterosclerose, doença que leva ao infarto e acidente vascular encefálico.
Javaroni alerta que a dificuldade de ereção é um aviso de que existe um problema vascular mais grave. Numa pesquisa realizada no ano passado, ele e equipe acompanharam homens hipertensos durante um período de quatro semanas. O grupo com função erétil normal era o mais saudável do ponto de vista cardiovascular, e esses homens apresentaram níveis mais baixos de glicose, colesterol, triglicerídeos; menor espessura da parede das carótidas (levam o sangue arterial do coração para o cérebro) e maior capacidade de dilatação arterial, quando comparado ao grupo que se queixava de impotência sexual.
— A disfunção erétil é um marcador de problema cardiovascular. A falta de resposta ao tratamento medicamentoso para impotência sexual mostra um risco ainda maior — diz o urologista, comentando que muitos homens ainda consideram a vista periódica ao urologista desnecessária.
Mesmo os indivíduos que sofrem de problemas de ereção preferem a automedicação ao constrangimento de expor seu problema ao profissional de saúde capacitado para ajudá-lo, afirma Javaroni, médico do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Uerj).
— Esta atitude pode trazer consequências graves, uma vez que contribui para retardar a detecção de fatores de risco cardiovascular. Um homem com 65 anos que não consegue uma boa ereção pode estar com hipertensão arterial há anos e nunca ter sentido nada — diz o urologista
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/saude/impotencia-sexual-um-sintoma-de-doenca-vascular-grave-3927630#ixzz1m0TbklL9 © 1996 – 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Levou gaia:Esposa de Michel Teló anuncia fim do casamento


Michel Teló está oficialmente divorciado de Ana Carolina Lago, com quem foi casado por três anos. A notícia foi dada por Ana Carolina, que confirmou nesta sexta-feira, 10, as especulações sobre o fim da união com o sertanejo
Chegou ao fim o casamento de Michel Teló (31). A notícia foi dada pela própria esposa do sertanejo, Ana Carolina Lago (23), em sua página do Facebook nesta sexta-feira, 10. Os dois estavam juntos há seis anos, sendo três como casados.
"Vim esclarecer que algumas dúvidas e boatos que estão circulando na rede são verdadeiros. Eu e o Michel Teló estamos legalmente divorciados", anunciou a cirurgiã dentista em letras garrafais.
A CARAS Online teve acesso às informações por meio de amigos de Ana Carolina. Segundo eles, a separação ocorreu de forma consensual. O divórcio foi assinado hoje.
A informação sobre a crise no casamento do sertanejo que se tornou febre mundial com o hit Ai Se Eu Te Pegochegou a ser noticiada, inclusive, pela imprensa internacional. O jornal argentino Clarín, que ressaltou a explosão de Teló, fez a seguinte declaração no dia 19 de janeiro: "O sucesso está quase acabando com o seu casamento. Parece que Carolina Lago já se cansou de acompanhá-lo. Em 2011, Teló fez 220 shows e já tem agendado 140 para 2012. Caso se divorcie, não vão faltar novas candidatas".
O cantor estaria se dedicando à carreira em detrimento do relacionamento. Ela já havia negado que estivesse enfrentando problemas com a então esposa.

800 vagas na Paraíba: começa dia 25 seleção para fábrica da Fiat ; saiba como se candidatar


O processo de pré-seleção para o preenchimento de 800 vagas na fábrica da Fiat, no município de Goiana, em Pernambuco, começa no próximo dia 25, nos municípios de Caaporã e Pedras de Fogo.
No final de semana seguinte, 3 de março, será a vez de Alhandra e Pitimbu. De acordo com a Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), serão cadastradas 1.200 pessoas que receberão capacitação para trabalhar nas obras de construção da fábrica como ajudante, armador, carpinteiro, motorista de veículos pesados, motorista de veículos leves, pedreiro, pintor e servente.
Entretanto, falta mão de obra capacitada e disponível, na Paraíba, para ocupar as vagas.
A definição do início do processo de recrutamento ocorreu ontem, em reunião da Cinep, com representantes do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), das quatro prefeituras dos municípios envolvidos, do Sistema Nacional de Emprego na Paraíba (Sine-PB), das secretarias de Estado da Educação (SEE) e de Desenvolvimento Humano (SEDH), do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo da Paraíba (Fecomércio-PB).
De acordo com a diretora-presidente da Cinep, Margarete Bezerra Cavalcanti, para participar da seleção, os interessados devem estar inscritos no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico). “Vamos definir os critérios de seleção de forma bem clara, fazendo um perfil de cada ocupação, para que as pessoas saibam em que se cadastrar”, explicou.
Ela defendeu que o recrutamento ocorresse da maneira mais rápida possível, para que sejam feitas as capacitações dos trabalhadores. “Para essa primeira fase de implantação da Fiat, que é a construção do parque industrial, não é necessário que as pessoas tenham nível médio, principalmente, no caso dos serventes. Somente para os que forem trabalhar na fábrica é que será exigida a formação completa a critério da empresa”, disse a presidente da Cinep, Margarete Bezerra Cavalcanti.
A capacitação será feita pela Fecomércio e pelo IFPB, em parceria com as quatro prefeituras. “As entidades dispõem de centros de treinamento de mão de obra com larga experiência e que irão dar contribuição fundamental para que possamos colocar no mercado pessoas que hoje estão na linha da pobreza, em face do desemprego, e que deverão, muito em breve, estar com ocupação e renda para melhorar o padrão de vida de suas famílias”.
O Sine-PB será responsável pela pré-seleção de candidatos. Nos próximos dias, as prefeituras vão recrutar a população de cada município para participar do processo.
"Os gestores municipais têm que acompanhar de perto todo o processo, sobretudo, para garantir a participação dos alunos nos cursos”, acrescentou Margarete. No total, a Fiat deve contratar sete mil pessoas, sendo 800 o número de vagas destinadas à Paraíba. A pré-seleção será estendida a 1.200 candidatos, para ficar com uma margem de segurança, caso ocorram desistências, por exemplo.
Segundo a titular da SEDH, Maria Aparecida Ramos, o problema do Brasil é que nunca o desenvolvimento econômico é aliado ao social. "É importante que a gente garanta a essas pessoas a oportunidade de se colocar no mercado. Para isso, temos que cadastrá-las o quanto antes, pois as entidades que vão oferecer os cursos só poderão entrar nesse processo com as pessoas cadastradas, até para qualificar quem, de fato, necessita de capacitação”, explicou.
Uma afirmação unânime entre os participantes da reunião é a falta profissionais qualificados no mercado. Conforme o secretário de Educação de Pedras de Fogo, Olimpíades Neto, garantiu que “o problema não é fazer a seleção e sim encontrar os profissionais necessários, atualmente. Para os senhores terem uma ideia, a Usina Giasa está à procura de um pedreiro há um mês e não encontra no município. E tem mais, as usinas que dispensavam tratoristas e outros profissionais qualificados na entressafra da cana-de-açúcar, a partir desse ano não dispensará mais para não perdê-los”.
Já o secretário de Desenvolvimento Industrial de Caaporã, Aderaldo Dantas, ao ser indagado sobre quantas vagas iria pleitear para o seu município disse que “a gente sabe que, em princípio, essa mão de obra da construção civil, hoje, já está escassa no Brasil inteiro e Caaporã não é diferente, até porque nós estamos próximos de polos de desenvolvimento que são o da grande Recife e o da Grande João Pessoa, para onde muita gente já foi. Mas nós vamos nos articular com o Governo para ver como será o processo de treinamento para colocar mais gente no mercado de trabalho”.

Veinho: "estou pronto para ser o presidente da câmara".


Foto: Biu Lobisomem

Apoio é o que não falta:

Foto: Aluísio

Jailton de Castro avisa que o bar também estará aberto todos os sábados


Foto: Fiririu

'Obrigado pela preferência'

Agora só pode beber apenas um copo de cerveja ao dirigir


Foto: Valdir de Curujinha

Polícia Militar-PE também poderá entrar em greve

           Em meio à greve e às ameaças de paralisação das forças de segurança pública de várias unidades da Federação, entidades que representam os policiais e bombeiros pernambucanos realizam, nos próximos dias, assembleias para decidir a possibilidade de deflagrar greve durante o carnaval.

    Foto: Nenê de Agenor.

Bombeiros lançam 'Operação Carnaval' e vão até em Camalaú


 Image
 
O Corpo de Bombeiros da Paraíba lançou, na manhã desta sexta-feira (10), na Associação de Cabos e Soldados, a "Operação Carnaval 2012”, que tem como objetivo de reforçar o monitoramento de áreas balneárias durante o período de festas, prevenindo afogamentos. O lançamento teve a presença do comandante do 2º Batalhão de Bombeiros Militar de Campina Grande, major Fábio Santos.

Durante o Carnaval, os bombeiros também desenvolverão um trabalho educativo, por meio da distribuição de folders que orientam sobre a prevenção a acidentes de afogamento. Este ano, a novidade será a distribuição de duas mil pulseiras de identificação para crianças. Confeccionadas com material resistente ao contato com a água, as pulseiras facilitam a identificação.

Contingente – Estarão trabalhando durante o Carnaval 171 homens do 2º BBM, distribuídos nas seguintes cidades: Campina Grande (Clube Campestre, Clube dos Caçadores, Encontro da Nova Consciência – Sesc Centro, Consciência Cristã – Parque do Povo, Açude Velho e Distrito de Galante); Boqueirão, Aroeiras, Camalaú e Itatuba. Serão utilizadas viaturas terrestres e aquáticas. Os trabalhos serão iniciados na quarta-feira (15) e se estenderão até o dia 21.

Treinamento – Com o objetivo de aprimorar o condicionamento físico e técnico dos bombeiros, foi feito o treinamento aquático do efetivo que vai trabalhar na "Operação Carnaval 2012”. Esse treinamento aconteceu durante esta semana e se encerrou nesta sexta-feira (10).

O comandante do Pelotão de Busca e Salvamento, tenente Flaubert Wesley, foi o responsável pelas instruções. As atividades foram desenvolvidas na piscina da Associação de Cabos e Soldados, em Campina.

Durante as instruções, a tropa treinou nado (crawl, de aproximação, reboque e submerso), flutuabilidade, exercícios de entrada e saída da água, exercícios de reboque e transporte, exercícios em apneia e salvamento aquático com e sem equipamento e travessia.
 

Sinaldo não pensou duas vezes em dar o emprego.

             Image
Enviado por e-mail

José Augusto Maia tem semana produtiva em Brasília


O deputado federal Jospe Augusto Maia (PTB-PE) cumpriu agenda muito movimentada, nesta semana, em Brasília. Na terça-feira (07) e quarta (08), José Augusto Maia participou de importantes votações, tais como a votação da Medida Provisória que tem o objetivo, estabelecer normas específicas de compras e contratações de interesse da defesa nacional.

Na terça-feira, pela manhã, ele esteve no setor de Banda Larga do Ministério das Comunicações. A visita foi resultado de inúmeros ofícios e visitas feitas ao Ministério, ao longo do ano passado, onde ele reivindicou e propôs a adoção de medidas que proporcionem melhorias no sistema de telefonia móvel das cidades e comunidades que compõe o Polo de confecções do Agreste de Pernambuco.

Na quarta, os resultados começaram a surgir. O deputado pernambucano foi recebido por Artur Coimbra, na diretoria do setor de Banda Larga. O diretor informou a Maia que necessitava da relação das cidades do Polo e as necessidades antes reclamadas pelo deputado, de pronto o deputado apresentou a lista, informando as cidades e as comunidades que estão inseridas num raio de 30 km de suas sedes. “Se tudo der certo, todas se enquadrarão no projeto de Telecomunicações Rurais e serviços de Internet, que já em processo de licitação pelo Governo Federal”, disse o deputado pernambucano.

Conforme solicitado pelo Ministério, as comunidades indicadas pelo Deputado são as seguintes:

Em Santa Cruz do Capibaribe: Poço Fundo, Pará, Cacimba de Baixo, Magana, Poço da Lama, Carrapicho, Poço Cumprido, Mulungú, Moreira, Quixabeira, Travessão, Barra da Cruz, Cachoeira dos Borges, Pindurão e Porteira;

Taquaritinga do Norte: Pão de Açúcar, Vila do Socorro, Gravatá, Jerimum, Mateus Vieira, Algodão, Tatu, Pedra Preta;

Jataúba: Jacú, Jundiá, Riacho do Meio, Passagem do Tó, Empoeiras;

Brejo da Madre de Deus: Tambor, Caldeirão, Manda Saia, São Paulo, Tabocas, Cavalo Russo, Arara, além das localidades dos municípios de Toritama e Vertentes que terão sua abrangência nas áreas urbanas e rurais de todo o Município.

Na pauta de reivindicações do deputado, também estão contidas melhorias da telefonia e internet no Moda Center, além de cobertura para as comunidades rurais, e também, a conquista do sistema de cidade digital para as cidades que compõe o Polo de Confecções do Agreste Pernambucano.

Conforme o deputado José Augusto Maia, “Cidade Digital” é um projeto do Ministério das Comunicações, que disponibiliza acesso à internet em banda larga interligando telecentros comunitários, escolas e outros órgãos públicos, como já bem implantados nos municípios pernambucanos de Garanhus e Caetés, e através da minha intercessão junto ao Governo Federal e Estadual, quero implantar muito brevemente nos municípios do nosso Polo de Confecções.

JOSÉ AUGUSTO MAIA USA A TRIBUNA DA CÂMARA E FALA DA DEVOLUÇÃO DO LIXO HOSPITALAR


O deputado federal José Augusto Maia (PTB-PE) fez uso da tribuna da Câmara Federal na tarde desta quinta-feira (09). Na ocasião ele falou sobre a devolução da carga de lixo hospitalar aos Estados Unidos.

Confira abaixo o discurso:

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, venho mais uma vez a esta tribuna para falar da minha satisfação como coordenador da Comissão Externa desta Casa, formada pelo nosso Presidente Marco Maia, com a missão de propor, acompanhar e fiscalizar o episódio do lixo hospitalar que veio dos Estados Unidos da América. A sua chegada aqui, manchou e maculou de forma brutal a imagem do Brasil, de Pernambuco, em especial, e principalmente das mais de 20 mil micros e pequenas empresas do polo de confecções do Agreste de Pernambucano, que tem como sede principal a minha terra natal, Santa Cruz do Capibaribe.

Lembro a todos que no momento em que aquele maldito lixo hospitalar chegou e foi focalizado por toda imprensa, nacional e internacional, o prejuízo estava estampado nos rostos tristes, demonstrado através do desespero dos milhares de pequenos e indefesos empresários do nosso polo de confecções. Na época, eu disse nesta tribuna, “temos que punir os responsáveis pelos crimes fiscal, ambiental e de saúde, mas também fazer valer a nossa soberania naciona", e, como resposta, “temos que devolver ao país que permitiu tal crime as 65 toneladas que se encontram no porto de SUAPE, em Pernambuco, para seu lugar de origem, ou seja, os Estados Unidos da América”.

Não foi fácil, mas com a ajuda de Deus e dos meus cinco colegas Deputados, por mais de dois meses, travamos uma luta.

Foi com insistência, obstinação e empenho total da nossa Comissão que conseguimos fazer com que o lixo hospitalar, ao invés de incinerado, como queriam os norte-americanos a todo custo, fosse definitivamente devolvido aos Estados Unidos da América, pois foi dali que veio essa prática delituosa.

Quero, como Coordenador da Comissão Externa deste Parlamento, que tanto me honra e me possibilitou conseguir o nosso objetivo, agradecer aos meus colegas Deputados que compõem a Comissão: Deputado Delegado Protógenes, do PCdoB de São Paulo, Relator; Deputado Dr. Aluizio, do PV do Rio de Janeiro; Deputado João Campos, do PSDB de Goiás; Deputado Marllos Sampaio, do PMDB do Piauí; Deputado Fernando Ferro, meu colega de Pernambuco.

Aproveito também para agradecer às Policias Federal, Civil e Militar de Pernambuco, à Receita Federal, à ANVISA e às instituições envolvidas, que tanto contribuíram para que o nosso objetivo fosse alcançado, ou seja: devolver aquele lixo aos Estados Unidos.

Agradeço ao Governador Eduardo Campos, aos Senadores Pernambucanos Armando Monteiro, Humberto e Jarbas, às associações e entidades de classe do nosso Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco e aos milhares de médios, pequenos e micro empresários que se tornaram o segundo maior polo de confecções do Brasil, a maior geração de emprego e renda do Norte e Nordeste do nosso País e que, após a devolução do maldito lixo hospitalar, voltaram a sorrir e a produzir com mais força, garra e vontade de crescer de forma limpa, honesta e com dignidade.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, finalizo meu pronunciamento, agradecendo mais uma vez a Deus. O meu primeiro ano neste Parlamento foi muito produtivo. Mesmo sendo um principiante nesta Casa, esforcei-me e dediquei-me muito para contribuir com meu País, meu Estado e minha Região.

Agradeço ao meu Partido, o PMDB, aos 25 Deputados e aos três Senadores pernambucanos pelo apoio recebido.

Aproveito, também, para me solidarizar com o Ministro Fernando Bezerra, que soube se defender das injustas acusações e, ao prestar esclarecimentos ao Parlamento e à Nação Brasileira, deu um show de competência e seriedade. Com muita clareza, convenceu toda a sociedade que está prestando um grande serviço ao seu País e honrando todos nós Pernambucanos no desempenho de suas funções.

Aproveito também para parabenizar o Governador Eduardo Campos, bem como toda sua equipe pela brilhante gestão que vem desenvolvendo e colocando nosso Estado como o que mais cresce e se desenvolve no Brasil, devolvendo-lhe o título de Leão do Norte e se destacando como um dos políticos mais carismáticos e notáveis da atualidade.

Quando uma árvore dá bons frutos, sempre aparece alguns ou alguém para lhe atirar pedras. Mas sua vida pública já foi passada a limpo e sua história é muito maior do que o desespero dos que lhe invejam. Sua aprovação de mais de 80% dos Pernambucanos já dá prova de tudo isso. Parabéns, Governador! Conte sempre comigo e com todos os que me acompanham na região do Polo de Confecções do Agreste pernambucano.

DEPUTADO FEDERAL JOSÉ AUGUSTO MAIA

Trote acaba com menor detido em Poção-PE

Trote acaba com menor detido em Poção-PE
O fato aconteceu na sexta-feira (10), por volta das 15h35min na Rua Pedro Cassiano, bairro Gangorrinha. 
De acordo com a Polícia Militar um menor de 17 anos a vários dias vinha passando trote para o celular da GT Poção, dizendo que iria encher a viatura policial de bala e informava ocorrências que não existia.
Segundo a PM na sexta-feira o mesmo retornou a efetuar os mesmos trotes, em diligências os policiais detectaram o infrator menor de idade e conduziram juntamente com seus genitores a DP local para serem adotadas as medidas cabíveis.
Quem faz uma ligação telefônica no sentido de enganar, retardar, embaraçar, etc. empresas ou pessoas e conhecida popularmente por “trote” é considerada crime sendo ela direcionada ao cidadão comum, empresas em geral ou à própria polícia.
As penas variam eram depender a quem o trote foi direcionado ou gravidade da brincadeira perigosa.
No Art. 266, Código Penal Brasileiro descreve que Interromper ou perturbar o serviço telefônico é considerado crime e o infrator poderá incorrer em pena de detenção de um a seis meses ou multa.
Esse artigo da lei se aplica para qualquer caso e seja qual for a vítima do trote, se o trote tiver por finalidade anunciar uma falsa ação delituosa o suspeito poderá responder nos termos do art.340 por Comunicação falsa de crime ou de contravenção. Este artigo, porém, requer que a comunicação seja direcionada à uma autoridade já que a intenção é provocar uma ação para o que foi anunciado.

Que fruta você gosta Antonio Vitor?

                               

POLICIAIS DE PERNAMBUCO JÁ FALAM EM PARALIZAÇÃO


Em meio à greve e às ameaças de paralisação das forças de segurança pública de várias unidades da Federação, entidades que representam os policiais e bombeiros pernambucanos realizam, nos próximos dias, assembleias para decidir a possibilidade de deflagrar greve durante o carnaval.

A Associação dos Praças de Pernambuco (Aspra), a União dos Militares do Brasil (UMB) e a Força Única convocaram as duas categorias para uma assembleia conjunta no próximo dia 17. As entidades alegam que há uma “grande inquietação e insatisfação dos profissionais com a falta de respeito e de consideração do governo estadual durante as negociações salariais do ano passado […] e [há] a necessidade de se debater a possibilidade de realização de uma paralisação dos bombeiros e policiais militares pernambucanos durante o período carnavalesco”.

Segundo o soldado Horácio Freire Júnior, da Aspra, não se trata de uma ameaça, mas a hipótese de uma paralisação não está descartada e dependerá do encaminhamento da assembleia. Representantes da entidade se reuniram na manhã de hoje (10) com o secretário de Defesa Social, Wilson Damásio.

Os delegados pernambucanos também já falam abertamente em cruzar os braços durante o período carnavalesco. No edital de convocação da assembleia da categoria, que será realizada na próxima segunda-feira (13), a Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe) indica que o principal fator de descontentamento são “os valores ínfimos” da remuneração paga por meio do Programa Jornada Extra de Segurança.

Embora não falem em greve, os agentes penitenciários também realizam assembleia na próxima terça-feira (14). Convocada em caráter de urgência pelo Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário de Pernambuco (Sindasp-PE), a assembleia servirá para discutir outros temas, mas a reivindicação pela contratação de novos agentes não deve demorar a entrar em pauta.

“Neste momento, não falamos em paralisação, mas é possível que, muito em breve, voltemos a discutir a necessária contratação de mais agentes. Hoje, trabalhamos com um déficit de cerca de 3,7 mil profissionais e estamos tentando negociar com o governo estadual uma solução”, disse o presidente da entidade, Nivaldo de Oliveira Júnior. De acordo com ele, hoje, apenas 1,3 mil agentes cuidam de cerca de 25 mil presos.

Já a Associação dos Cabos e Soldados Policias e Bombeiros Militares (ACS) negocia com a Secretaria de Estado de Defesa Social uma pauta com quatro principais reivindicações, das quais, uma, a que trata da incorporação da gratificação de risco aos soldos, ainda não foi atendida. De acordo com o presidente da associação, o cabo Renilson Bezerra, a incorporação é o item mais complexo da negociação e importante para a categoria. Embora ainda não haja convocação para assembleia, uma paralisação não está descartada caso o governo estadual não dê uma resposta que satisfaça à categoria.

“Quando mais precisa, como, por exemplo, em caso de um acidente de trabalho ou quando é ferido, o policial afastado da função deixa de receber este valor, que varia de R$ 450 a R$ 500”, relatou Bezerra, que, na condição de diretor da Associação Nacional dos Praças, esteve na Bahia para prestar solidariedade aos policias baianos, em greve há 11 dias.

De acordo com o sindicalista, a entidade também discute a ampliação do contingente com a convocação dos aprovados no concurso realizado em 2009; as escalas de serviços e a renovação de equipamentos e fardas, principalmente dos equipamentos de proteção individual. “Há quem esteja trabalhando com coletes à prova de bala com a data de validade já vencida”, alega Bezerra.

O secretário estadual de Defesa Social, Wilson Damázio, diz não haver justificativa plausível para uma paralisação. “Não há clima, nem justificativa para isso. Não posso entrar no mérito do que pode estar movendo este pessoal, em várias partes do país, mas, em Pernambuco, não vejo condições para que ocorra algo como na Bahia”, disse o secretário, garantindo que, ao longo dos últimos cinco anos, policiais e bombeiros receberam aumentos reais, além das perdas inflacionárias, de mais de 50%. "Não há impasse e tenho certeza que os policiais pernambucanos não vão jamais macular o trabalho que vêm fazendo por conta de um movimento de outros estados".

“Além disso, melhoramos a situação dos policiais que se aposentam. Hoje, eles praticamente ganham o mesmo que ganhavam quando na atividade”, reforçou o secretário.

Um soldado pernambucano recebe, sem as gratificações, R$ 2,1 mil, valor que será reajustado em junho deste ano. Damázio destaca que, além de um cronograma de negociações já planejado até 2014, o governo estabeleceu uma política de promoções e está disposto a negociar reivindicações pontuais.

“O diálogo é muito franco e as portas da secretaria estão sempre abertas. Em 2011, as negociações correram muito bem e se não chegamos àquilo que os profissionais pediam, chegamos próximo, principalmente pelo resgate dos ganhos dos inativos. Continuamos avançando e temos um planejamento até 2014. Nosso compromisso é que nenhum policial, qualquer que seja a patente, ganhe menos na inatividade”.

Obra da transposição modifica jeito de viver no interior de PE e PB

Centenas de sertanejos tiveram que abrir mão de suas terras, animais e plantações ao longo dos 700 quilômetros de extensão por onde vai passar a transposição do Rio São Francisco. Desde 2010 o trabalho estancou e a vida das pessoas também. Há cinco anos, elas receberam a visita de equipes do projeto da transposição e combinaram o valor das indenizações. Algumas negociaram terreno, cerca, benfeitorias em geral e também receberam pela própria casa. Outras preferiram trocar a casa no sítio por uma nas vilas produtivas rurais que seriam construídas.
O açude da família do agricultor José Hélio de Souza terminou dividido em dois – a quantidade de água ficou reduzida a 40% e a fábrica de rapadura, fundada há noventa anos, quase fecha. “A gente precisa da água pra irrigar a cana, a gente sobrevive da rapadura. O que eu peço é que eles tomem providências sobre esse açude que há mais de 150 anos meu avô, o pai, tanto trabalharam pra deixar aí pra gente e hoje tá sendo coberto por pedra”, afirma. As terras de José Hélio ficam no lote 7 de transposição, em São José de Piranhas, na Paraíba. Nesse ponto, a obra avançou apenas 15%.
O agricultor Francisco Miguel de Souza nasceu na comunidade do Riacho da Boa Vista, que vai desaparecer para dar lugar a uma barragem. Ele espera a casa na vila, da qual não tem notícia – quando negociou a propriedade com o governo, teria sido orientado a não reformar nem plantar. “Se nós for fazer, perde a benfeitoria que for pra fazer nessa casa”, explica. O agricultor João Alves de Souza reforça: “Tá com cinco anos que nós não colocamos roça, nem tem milho, nem feijão, nem arroz, nem dia de serviço. Vivendo assim só com o poder de Deus”, se queixa.
Isolamento
Com a migração das pessoas para o centro, foi chegando a sensação de isolamento nos povoados. Em um local onde havia dezoito famílias, restaram somente quatro, deixando os dias cheios de incerteza e insegurança. “Eu tenho medo por causa desse negócio de assaltante, essas coisa, né? É meio perigoso”, conta o agricultor José Firmino. O agricultor aposentado José Florêncio do Nascimento é viúvo e mora sozinho em uma casa de taipa. Ele gastou o dinheiro da indenização com um tratamento de saúde e não vê a hora de se mudar. “Com 20 reais aqui o cara tem medo de sair de casa. O povo aqui carrega bicho, quem tem bicho aí nos terreiros – eu não, que eu não crio nada”, relata.
As estradas também vão ficando desertas. Com menos moradores, menos vida nos sítios, o transporte praticamente desapareceu. A dezoito quilômetros do centro da cidade, quem ainda não conseguiu se mudar se sente desamparado. Como o agricultor Francisco Miguel de Souza. “Só tem carro aqui na segunda-feira pra gente ir pra cidade. O carro vem buscar e vem deixar, mas é particular, a passagem é 7 reais. E se chegar a adoecer uma pessoa, enquanto for ligar pra vir um carro, e for caso de urgência, a pessoa tem morrido, quando chegar aqui”, conta ele.
O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São José de Piranhas tem sido procurado por agricultores que não sabem o que fazer. No centro da cidade, as casas se valorizaram por causa da mudança do pessoal dos sítios. “Os imóveis estão sendo superfaturados, os aluguéis aumentaram valores, não têm condições de vir pra cidade”, explica a tesoureira do Sindicato, Gerlândia Vieira de Moraes.
O agricultor e servente de pedreiro Edilson Alecrim Lopes preferiu aceitar o auxílio de R$ 1.274 para alugar uma casa, mas se organizou para comprar uma casa no centro. “O aluguel é muito bom, mas pode demorar muito e o serviço parou ali, ninguém tem certeza se vai sair, quando, até onde vai, pode passar dois anos sem sair, recebendo esse dinheiro num momento pode ser cortado”, reflete.
Vilas produtivas
No município de Salgueiro, em Pernambuco, a reportagem encontrou famílias mais tranquilas. Elas estão aplicando o dinheiro para ampliar a casa de três quartos que receberam nas vilas produtivas rurais. Dezessete vilas estão no projeto da transposição segundo o Ministério da Integração. Cinco estão em fase de conclusão, sete em processo de licitação e cinco foram concluídas, todas em Pernambuco.
Uma delas é a vila Uri, que tem escola, posto de saúde e 45 propriedades. O terreno tem 50 metros por 100 e a casa, 99 metros quadrados. A família da agricultora Maria de Lurdes dos Santos se mudou em peso pra o local, cada irmão em uma casa. Os primos brincam juntos. “Eu achei ótimo, achei bom demais. Outra coisa que lá a gente morava dentro da casa dos meus pais e hoje eu tenho minha casa”, comemora.
Já a agricultora Maria Bernardino dos Santos aguarda a entrega de um lote de cinco hectares prometido pelo governo para o marido trabalhar. Ele cria alguns animais em outra área. “Na época da mudança aqui não tinha o local pra criar, aí meu esposo Francisco Salvador teve que vender os animais e ficamos aqui um bom tempo aí. Tem dois meses que ele comprou uma propriedade ali ao lado do aterro sanitário e tá arrumando, aí começou a criar novamente, hoje a gente já tem 10 vacas, temos ovelha, temos avestruz e estamos iniciando”, enumera. O plano dela é trazer os animais para dentro do lote que vai receber.
De acordo com o Ministério da Integração, 886 famílias receberão casas nas vilas produtivas rurais. As que ainda esperam casas recebem, além da transferência temporária de aproximadamente R$ 1.200, um valor adicional de R$ 45,74 por hectare de terra que exploravam e um auxílio de R$ 813,00 para fazer a mudança.
O Ministério diz ainda, em nota, que, enquanto não têm as terras solicitadas pelas construtoras, podem continuar plantando e criando animais. Por já ter sido desapropriada, a terra não pode ser vendida. As famílias que não conseguiram se cadastrar podem entrar em contato com a ouvidoria do Ministério da Integração pelo número 0800-610021.
 

Primeira etapa do Campeonato Pernambucano de Velocross será realizada em Água Preta

                 c59c635a357f0c0435260cff81130a31.jpg
                                          Nove mil reais serão distribuídos entre os ganhadores



A adrenalina vai tomar conta da cidade de Água Preta, na Zona da Mata de Pernambuco. No próximo domingo (12) o município vai sediar a primeira etapa do Campeonato Pernambucano de Velocross.
O cenário da competição será a Nova Água Preta, local que integra o projeto de reconstrução da cidade. O local foi escolhido pela Federação Pernambucana de Velocroos e Confederação Brasileira de Motociclismo. Autódromo, pódio, arquibancadas e estacionamento estão sendo providenciados para atender as exigências dos organizadores. A premiação pode chega a nove mil reais.
Além das competições com motos acontecerá um torneio de vôlei de areia e uma apresentação de paintball no local das competições. O evento começa às 9H.

Bloco A Gorda e suas Virgens desfila neste sábado em Taquaritinga do Norte

                       babd4ccbc6cbabf769121289196b42cb.jpg
                                          O bloco foi idealizado por um grupo de amigos no ano de 2007



O fim de semana promete ser animado em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco. O Bloco Gorda e Suas Virgens vai desfilar na cidade neste sábado (11).
O bloco foi idealizado por um grupo de amigos no ano de 2007, uma brincadeira que já se consolidou e trouxe à alegria dos velhos carnavais a população nortetaquaritinguense. A agremiação tem como símbolo o amigo gordo, fazendo jus ao nome do bloco onde todos se fantasiam do sexo oposto trazendo a alegria e a irreverência às ruas da cidade.
Quem vai animar os foliões será a Orquestra de Frevo Dom Luiz de Brito, Orquestra de Frevo da cidade de Feira Nova, Grupo de Pagode ADS do Samba e do Trio Pixote.
A concentração será às 19 horas na Praça Padre Berenguer, onde de lá, todos partirão em arrastão pelas vias da cidade. Os kits estão sendo comercializados ao preço de R$ 10 reais em vários estabelecimentos comerciais da cidade no coreto central.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

4 DIREITOS QUE NÃO SÃO DIVULGADOS

Direitos que não são divulgados!

1. CERTIDÃO DE NASCIMENTO / CASAMENTO:
Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
 O cartório eletrônico, já está no ar! 
Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet. Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.

Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.


2. AUXÍLIO À LISTA Telefone 102... não! Agora é: 08002800102 Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são
importantes....
 NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO. SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO
VERDADEIRAMENTE GRATUITO.

Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.


3. DOCUMENTOS ROUBADOS - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade- Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade
 na emissão da 2ª via de tais documentos como: Habilitação (R$ 42,97);Identidade (R$ 32,65);Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11).

Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitação e Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..

4) MULTA DE TRANSITO : essa você não sabia
No caso de multa por infração leve ou média, se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa. É só ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Levar Xerox da carteira de motorista e a notificação da multa.. Em 30 dias você recebe pelo correio a advertência por escrito. Perde os pontos, mas não paga nada. Código de Trânsito Brasileiro
Art. 267 - Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa. 
DIVULGUEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL. VAMOS ACABAR COM A INDÚSTRIA DA MULTA!!!!

Gostaria, se possível, que cada um não guardasse a informação só para si