sábado, 6 de julho de 2013

.

                    sinovaldo

O GIGANTE FALA DORMINDO


O Brasil deu para dizer a si mesmo que mudou. Que nada mais será como antes das manifestações de rua, que agora vai. Que se os governantes e os políticos em geral não entenderem o recado das ruas, estão fritos. É um fanfarrão, esse Brasil.
Qual é mesmo o recado das ruas? Vamos falar a verdade: ninguém sabe. Nem as ruas sabem. Ou melhor: não há recado. O gigante continua adormecido em berço esplêndido – o que se ouviu foi um ronco barulhento, misturado com palavras desconexas. Esse gigante fala dormindo.
Há alguns anos, a imprensa vem contando aos gritos o que está acontecendo com o gigante, sem que ele mova um músculo. E o que está acontecendo é devastadoramente simples: em uma década, o ciclo virtuoso do país foi jogado fora pela indústria do populismo.
A crise das tarifas de ônibus (estopim dos revoltosos) é só uma unha do monstro: o descontrole inflacionário causado pelo derrame de dinheiro público. País rico é país com 40 ministérios.
A economia estabilizada nos anos 90, e a posterior enxurrada de capital para os países emergentes, deram ao Brasil sua grande chance. E ela foi queimada por um governo que investiu tudo numa máquina eleitoral sem precedentes.
Planejamento zero. Investimento quase zero. Infraestrutura abandonada em terra, mar e ar, com trem-bala, Belo Monte e outras assombrações bilionárias encobrindo a realidade: o PAC entregue à pirataria da Delta e quadrilheiros associados. A CPI do Cachoeira chegou a levantar esse véu, mas o gigante não acordou e a CPI foi assassinada (pelo PT e seus sócios).
Os governos Dilma e Lula bateram todos os recordes de arrecadação, com impostos escorchantes (entre os maiores do mundo) que empobrecem os brasileiros e enriquecem o império do oprimido. Nem um gemido das ruas sobre isso.
Dilma anuncia um “pacto” sem nada dentro, e ainda diz que para bancar o recheio do pastel de vento terá que aumentar impostos. É o escárnio. E não aparece nenhum Robespierre da Candelária para mandar a presidente engolir o seu deboche.
Enquanto isso, a maquiagem das contas públicas vai bem, obrigado – com mais um truque contábil no incesto entre o BNDES e o Tesouro, para forjar superávit e legalizar a gastança. É pedra na vidraça do contribuinte, que nada ouve e nada vê. Deve estar na passeata, exigindo cidadania.
Pensando bem, foi o governo popular quem melhor entendeu o recado das ruas: os cães ladram e a caravana passa. Ou talvez: os revoltados passam e a quadrilha ladra.
Para checar se o gigante estava dormindo mesmo, o estado-maior petista chamou um dos seus para ir até o ouvido dele e chamá-lo de otário, bem alto. Assim foi feito.
Como primeira reação oficial às passeatas, Dilma escalou Aloizio Mercadante para dizer ao povo que ele ia ganhar um plebiscito. E que com esse plebiscito, ele, o povo, ia fazer a “reforma política” (o Santo Graal dos demagogos). Claro que o governo sabia que isso era uma troça, uma piada estilo “Porta dos fundos”. Tanto que caprichou nos ingredientes.
Para começar, a escolha criteriosa do porta-voz. No governo da “presidenta”, cercada de ministras mulheres por todos os lados, a aparição do ministro da Educação – cuja pasta não tinha nada a ver com nada (nem reforma política, nem plebiscito, nem transportes, nem orçamento, nada) – já seria impactante.
E não era qualquer ministro. Era o famoso Mercadante, figura tostada em casos como o dossiê dos aloprados e a “renúncia irrevogável” da liderança do PT no Senado, quando o partido decidiu acobertar o tráfico de influência de Sarney (Mercadante revogou sua própria renúncia em menos de 24 horas).
E o porta-voz foi logo anunciando um “plebiscito popular”, só faltando dizer que era uma decisão de “governo governamental”. Enfim, um quadro de “Zorra total”.
Com toda essa trágica palhaçada gritada em seu ouvido, o gigante permaneceu estático. Sono profundo. Nem um “basta”, nem um “#vem pra rua”, nem um “que m… é essa”. Depois daquele incrível ensaio de Primavera Árabe (ou seria Inverno Tropical?), com milhões nas ruas em todo o território nacional, o Brasil revolucionário mordeu a isca como um peixinho de aquário. E está até agora discutindo, compenetradamente, o plebiscito popular e irrevogável do Mercadante. Contando, ninguém acredita.
O país se zangou, foi para as ruas, tuitou, gritou, quebrou e voltou para casa sem nem arranhar quem lhe faz mal. O projeto de privatização política do Estado, que corrói a sociedade e seu poder de compra, está incólume. A prova disso? A popularidade de Dilma caiu, mas quem surgiu nas pesquisas para 2014 vencendo a eleição no primeiro turno, e escolhido “o mais preparado para cuidar da economia nacional”? Ele mesmo: Luiz Inácio, a nova esperança brasileira.

Ora, senhor gigante: durma bem! Mas, por favor, ronque baixo. E pare de bloquear as ruas com seus espasmos inconscientes.

Por cabelo de Ouro

.


ÁGUA PRETA, PE, AGUARDA DEFINIÇÃO DE DATA DA ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Se os cidadãos do Brejo da Madre de Deus, no Agreste do Estado, irão às urnas neste domingo (7) para escolher seu novo prefeito, no município de Água Preta, na Zona da Mata, o cenário está longe de uma definição. Isso porque, embora o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tenha determinado no final do mês de maio a realização de novas eleições no município, ainda não há data para o novo pleito, que ainda deverá ser agendado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE).

De acordo com a secretária judiciária do TRE, Cibele Figueiredo, o TSE ainda não enviou o despacho por escrito ao TRE formalizando a decisão. “O TRE não recebeu ainda o pronunciamento oficial do TSE sobre Água Preta e, portanto, não pode marcar a data. Nós trabalhamos quando a decisão é oficializada”, informou ela. A formalização só poderá ocorrer até agosto, quando o TSE, que encontra-se em recesso, retornar às atividades. Ainda assim, uma vez recebido o despacho, o TRE terá um mês para agendar o novo pleito.

O vencedor das eleições do ano passado, Armando Souto (PDT), teve sua candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral porque o próprio partido questionou a sua coligação. Diante disso, o TRE condenou Souto à perda do mandato. Quem assumiria o cargo de prefeito seria o segundo colocado, Eduardo Coutinho (PSB). No final de maio, entretanto, o TSE julgou de forma diferente e determinou que deveriam ser convocadas novas eleições no município.

Enquanto isso não ocorresse, o presidente da Câmara Municipal, Elias de Alegrete (PTN), deveria assumir a prefeitura como interino. A decisão do TSE baseou-se no fato de que o pedetista obteve mais da metade dos votos válidos, cerca de 52%, e, de acordo com a lei, nestes casos deve ser realizado um novo pleito.

Como a decisão do TSE ainda não foi formalizada, a determinação ainda não entrou em vigor. O que significa dizer que Eduardo Coutinho permanece na prefeitura. 

Jota Isaias

.


BARRAGEM DE XUCURU TRANSBORDA E FINALIZA RACIONAMENTO DE ÁGUA NA REGIÃO

Fotos recentes da barragem de Xucuru:










Jota Isaias

.


Sport vence o Joinville fora de casa e se aproxima do G4 do Brasileirão da série B

                                        

                           

O Joinville entrou em campo para defender a invencibilidade em casa e não perder de vista o líder Chapecoense na Série B. No entanto, o Sport atrapalhou os planos da equipe catarinense ao vencer o duelo na tarde deste sábado por 3 a 2. Com o resultado, os pernambucanos pulam para 12 pontos e estão mais perto do G-4, na quinta colocação. A equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Figueirense, que joga às 21h contra o Ceará e complementa a sétima rodada.

O primeiro gol que aproximou o Sport do G4 saiu aos 12 minutos dos pés do meia Camilo. Na etapa complementar, Marcos Aurélio fez 2 a 0 logo aos cinco minutos. Na sequência, o atacante Lima diminuiu o placar de cabeça. Ele empatou a partida, de pênalti. Mas o Rubro-negro não se entregou e Renan Teixeira fez 3 a 2.

- Sabíamos que tínhamos condições de buscar o resultado. Perdemos em casa e recuperamos os pontos aqui - disse o volante Rithely, do Sport.

A primeira derrota em casa nesta Série B pode custar muito caro para o Joinville na Série B. Com 15 pontos, o time não pode ser ultrapassado por nenhuma outra equipe até o fim da sétima rodada, mas ficou mais distante do líder Chapecoense (19 pontos) e viu o Palmeiras se aproximar na tabela de classificação.

Fonte: Globoesporte.com


.


Hilário foca parceria entre lideranças e dispara ataques contra Roberto Asfora em seu comício de encerramento



Palanque ficou pequeno para tantas lideranças políticas que declararam seu apoio a Hilário. Fotos: Sidney Lima.

No último comício de encerramento da campanha para as eleições suplementares de Hilário Paulo (PSDC) e de sua vice Maria José (PDT), realizado nesta quinta-feira (04) na sede em Brejo da Madre de Deus, várias lideranças estaduais estiveram presentes e discursaram para um público de milhares de pessoas.

Grande público lotou a área destinada ao comício.

Dentre eles estavam o prefeitos de Caruaru José Queiroz (PDT) e de Santa Cruz Edson Vieira, os deputados Waldemar Borges (PSB), Pastor Eurico (PSB), Luciana Santos (PCdoB), Wolney Queiroz (PDT) e João Fernando Coutinho (PSB), além de Diogo Moraes (PSB) que foram declarar seus apoios ao candidato.

No seu discurso, Hilário agradeceu a todas as lideranças que estiveram com ele durante a campanha e também no palanque, onde falou sobre a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que retirou aproximadamente 1500 títulos eleitorais que não estavam aptos a votar no domingo.

“A decisão de ontem (quarta-feira/03) foi, simplesmente, para modificar e tirar aproximadamente 1500 eleitores que se inscreveram e que iam participar desta eleição onde iam votar em outras pessoas que nem sabem quem são. Ontem o TSE corrigiu isto”, declarou.

Dentre as lideranças estavam o prefeito de Caruaru Zé Queiroz e vários deputados federais e estaduais de várias partes do estado.

Em seguida, o político fez críticas aos seus adversários, destacando sua permanência a frente da prefeitura de Brejo e os pedidos na justiça para impugnar seu registro de candidatura.

“Por várias e várias vezes, tentaram tirar o meu direito de estar na prefeitura, mas a Justiça prevaleceu e eu permaneci à frente. Mas (os adversários) acharam pouco e tentaram indeferir a minha candidatura, mas a Justiça prevaleceu e disse que Hilário vai ser o prefeito do Brejo sim!”.

Hilário também destacou o pouco aporte financeiro de sua campanha e ratificou algumas de suas propostas de governo, caso seja eleito, especialmente a implantação da Bolsa Renda Municipal.
Bolsa Renda Municipal será uma das prioridades a serem implantadas no social, afirma Hilário caso seja eleito.

“Irei criar um bolsa renda municipal, onde iremos aumentar a renda daquelas famílias mais carentes como a minha família é. O que tem crianças matriculadas na escola, em convênio com a Secretaria de Educação e de Assistência Social, iremos aumentar o Bolsa Renda, ao contrário deles (os adversários) que querem acabar”, completando para que as pessoas que votem nele acreditem também nas pessoas que dividiram o palanque, no qual os chamou de parceiros.

“Vejam as pessoas que irão me ajudar junto com vocês, junto com a prefeitura popular que iremos implantar em Brejo da Madre de Deus. Esses aqui serão os meus parceiros, os deputados federais e estaduais, os prefeitos da região… Todos serão os nossos parceiros e, principalmente, o povo”.

Hilário (centro) ao lado de Dr. Edson Sousa, Edson Vieira e Zé Queiroz.

A partir daqui, o tom do discurso mudou e Hilário começou a atacar seus adversários, enfatizando uma possível estratégia de tentar confundir o seu eleitorado com santinhos que, segundo o político, serão jogados na madrugada que antecede a votação.

Resultado de pesquisa do Datavox e críticas ao grupo taboquinha foram os focos de Edson Vieira em último discurso da campanha

Edson Vieira partiu para a o ataque em seu último discurso.

Parceiro de Hilário desde o começo da campanha para as eleições suplementares, o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB) começou seu discurso na ofensiva contra os adversários de seu aliado.

“Nossos adversários estiveram aqui e eu ouvi dizer que foi uma esculhambação só. Nos destrararam, falaram mal da minha pessoa, do prefeito Hilário, de Dr. Edson e de Diogo Moraes, mas o povo de Santa Cruz do Capibaribe sabe o que estamos enfrentando”, ressaltou, citando pontos como escolas acabadas, frota sucateada, servidores, médicos e professores sem receber e uma dívida de mais de R$ 9 milhões em INSS.

Sem aliviar, Edson destilou ataques contra o deputado José Augusto Maia (PTB) e o grupo taboquinha.

“Pedimos para fazer uma auditoria e sabe o que foi comprovado? Um desvio do deputado (José Augusto Maia) e de um grupo que foi mais de R$ 50 milhões levados dos cofres públicos. Eu seria omisso em não dizer ao povo de Brejo que tomem cuidado com aqueles que estão do outro lado” e completou que “Nós não podemos entregar o município de Brejo da Madre de Deus para aqueles que acabaram, que tiraram a merenda do povo de Santa Cruz. Hoje, porque não tem mais uma prefeitura, se juntaram para enganar o povo”, pontuou.

Edson também falou sobre a pesquisa divulgada na última quinta-feira (04), no blog do jornalista Magno Martins, duvidando da credibilidade dos resultados que apontaram Asfora com larga vantagem nas urnas.

“Faltando quatro dias para terminar as eleições (de Santa Cruz do Capibaribe em 2012), soltaram uma pesquisa dizendo que meu adversário (José Augusto Maia) estava na frente, dizendo que ele tinha 46% e eu 43%. Mas sabe de quem foi essa pesquisa? Quem fez foi o deputado federal lá de Santa Cruz, que contratou uma pesquisa de um instituto de Campina Grande (Datavox). O mesmo que hoje disse que Hilário estava perdendo”, ressaltou.

Ao final, Edson Vieira pediu para que cada eleitor seja um militante na busca de mais votos para eleger Hilário nas urnas no próximo domingo (07). Depois todos saíram em passeata e carreata pelas ruas.

Pastor Eurico e Hilário.

Deputada Luciana Santos.

Candidata a vice Maria José do Tambor.

Dr. Edson Sousa também fez uso do palanque.

Ney Lima

.

                              

.

Enviado por e-mail

PESQUISA DUVIDOSA APONTA VANTAGEM DE ASFORA

                    
Uma pesquisa no mínimo duvidosa foi divulgada pela coligação “Por um Brejo Forte” que tem como candidato a Prefeito na eleição suplementar em Brejo da Madre de Deus, o ex-prefeito Roberto Asfora (PSDB).
 O instituto responsável pela pesquisa foi o DATAFOX que aponta uma vantagem para o candidato de oposição de 11,2%, tendo em vista que Asfora aparece com 49,1% e o seu oponente Hilário Paulo (PSDC) com 37,9%. Indecisos somam 10,8% e nulos 2,2%.
 Duvida - A pesquisa se tornou duvidosa, toda via que, o mesmo instituto divulgou uma pesquisa na eleição do ano passado, aonde colocava o candidato a Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e Deputado Federal José Augusto Maia (PTB), frente do atual Prefeito da Capital da Moda, Edson Vieira (PSDB) que acabou vencendo com uma vantagem esmagadora.
 Curiosidade - O curioso é que, o Deputado Federal José Augusto apoia o candidato Roberto Asfora, quando coincidentemente a mesma empresa agora divulga que Roberto está com uma vantagem esmagadora, quando todos sabem que a eleição em Brejo tem tudo pra ser decidida e outras pesquisas internas apontam vitória de Hilário Paulo.

 Em um panfleto espalhado pelo grupo denominado jacaré, aparece o nome d jornal Folha de Pernambuco, que divulga o resultado da tal pesquisa, porem diz que a mesma foi registrada no dia 29 de junho de 2013, porém o número de protocolo é de 00281/2012, dando entender à pesquisa foi protocolada antes mesmo do ex-prefeito Dr. Edson ter sido cassado.
 Vale lembra - Vale destacar que no dia 06 de outubro de 2012, o mesmo grupo espalhou panfletos pelas ruas com uma pesquisa fraudulenta, quando apontava uma vantagem pro Roberto Asfora de 9,8% contra o Prefeito afastado Dr. Edson de Souza que venceu a eleição. Na oportunidade uma Toyota foi apreendida pela Polícia Militar e algumas pessoas foram detidas e conduzidas a Delegacia de Polícia. Clique AQUI e relembre o caso.
 Prejuízos – O prejuízos que podem vim acontecer com esse tipo de informações, é que muitos simpatizantes do ex-prefeito no ano passado, apostaram dinheiros e patrimônios confiando na tal pesquisa, quando levaram um “baita” prejuízo.
 Caso a pesquisa realmente erre com a mesma diferença que errou na de Zé Augusto, muitas pessoas ligada a oposição poderão sofrer a consequências.

Do: Jornal Agreste Notícia 

.

   
                                                          Enviado por e-mail

.


Prefeitura de Camalaú entrega nova ambulância a população


Prefeitura de Camalaú entrega nova ambulância a população
A Prefeitura de Camalaú adquiriu com recursos próprios uma ambulância nova para a Secretaria Municipal de Saúde. A compra desde veículo tem como objetivo proporcionar mais agilidade e melhorar o atendimento no que diz respeito ao deslocamento de pacientes que necessitam de atendimento médico de urgência em cidades vizinhas, como também, otimizar o sistema de transporte do setor de Saúde.
Disse o Prefeito Jacinto, que numa crise financeira como a que passam atualmente todas as prefeituras, o esforço para se comprar este veículo com recursos próprios do município foi muito grande, mas, preferiu priorizar esta ação pela necessidade que a comunidade tem no momento, já que as três ambulâncias existentes, não atendem a demanda satisfatoriamente, pois estão com bastante tempo de uso.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

1ª Cavalgada da união em Amparo-PB, 20 de julho

                                             Cavalgada Prata
                                                                 Por e-mail

.

                  ABA

QUASE TUDO PRONTO PARA AS ELEIÇÕES SUPLEMENTARES EM BREJO DA MADRE DE DEUS

E grande a expectativa para a Eleição Suplementar marcada para o próximo Domingo 7 de Julho, a eleição está confirmada, os eleitores poderão votar das 8 as 17h. Em entrevista ao Estação Notícias a chefe do cartório eleitoral da cidade, Rosangela Costa, informou que as urnas já chegaram na manhã desta sexta-feira (05), e ficarão lacradas dentro dos caminhões no estacionamento do cartório com o monitoramento da policia, e serão distribuídas para as seções no sábado a tarde.

Sobre a segurança a chefe do cartório disse que foram solicitados reforços das polícias civil e militar e também da Polícia Federal que deverão chegar a partir de hoje. A Juíza eleitoral do Brejo da Madre de Deus, Marcyrajara Góis de Arruda, solicitou ao TRE-PE um Juiz auxiliar para dar suporte ao distrito São Domingos, já que o distrito é muito grande e fica distante da sede. 

E sobre a adequação na resolução, solicitada pela Ministra Carmem Lúcia, na quarta feira passada, o TSE solicitou que o TRE-PE adequasse os eleitores aptos para votar, isso porque, de acordo com a resolução do TRE estariam aptos a votar o eleitor que se alistou ou transferiu o titulo até o dia 7 de maio, com a reformulação da resolução, agora só poderão votar aqueles que se alistaram ou transferiram o titulo até o dia 7 de fevereiro, ou seja, 151 antes do pleito como manda a lei.

Já foram identificados 182 eleitores que serão impedidos de votar, no caderno de votação em cima do nome desses eleitores, estará um carimbo dizendo IMPEDIDO DE VOTAR, e também em cada seção terá as informações disponíveis afixadas nas paredes.

Só para finalizar, em Brejo da Madre de Deus temos 90 seções, sendo 5 agregadas e 87 urnas.

.

                newtonsilva

FUTEBOL: SÃO PAULO DEMITE NEY FRANCO E, DOIS EX-TÉCNICOS DO TIME ESTÃO NA LISTA PARA SUBSTITUÍ-LO

Muricy Ramalho e Paulo Autuori. Estes são os dois principais nomes estudados pela diretoria do São Paulo para substituir Ney Franco, demitido nesta sexta-feira. O primeiro está desempregado há pouco mais de um mês, quando foi demitido pelo Santos; o segundo é treinador do Vasco. Segundo o presidente do Tricolor, Juvenal Juvêncio, há outros técnicos na mira.

Muricy Ramalho e Paulo Autuori: cotados
no São Paulo (Montagem:  Globoesporte.com)
- O Muricy faz parte dessa lista, mas não é o único. O Paulo (Autuori) está na lista e há outros nomes, mas não quero falar deles porque alguns estão empregados -  disse Juvenal, ao Lancenet.

Vale lembrar que Autuori e Muricy são os dois técnicos mais vitoriosos da história recente do São Paulo, depois de Telê Santana. O primeiro levou o time aos títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2005; o segundo conquistou o tricampeonato brasileiro, entre 2006 e 2008. Desde então, o Tricolor só conquistou um título - o da Sul-Americana de 2012, com Ney Franco.

Juvenal Juvêncio negou que Vanderlei Luxemburgo, recém-demitido do Grêmio, esteja na lista. Ele descarta sua contratação. Curiosamente, o São Paulo é o único entre os grandes paulistas que nunca foi comandado por Luxa.

- Algumas pessoas da minha equipe têm uma forte rejeição a ele e, como eu não tenho convicção, ele não virá. Tenho um grande respeito por ele, mas ele seria uma figura incendiária se viesse - disse Juvenal.

O dirigente garantiu que ainda não conversou com nenhum treinador, já que a demissão de Ney Franco foi definida nesta sexta-feira. Contra o Santos, domingo, no Morumbi, o time será comandado pelo auxiliar Milton Cruz.

- Vamos fazer o que sempre fizemos. O auxiliar (Milton Cruz) dirige o time na próxima partida, enquanto a diretoria vai discutir até encontrar um nome para assumir o comando.

Juvenal explicou a demissão de Ney Franco:
- Nós temos uma equipe que tem uma competência maior do que os resultados apresentados. O Ney Franco é uma pessoa séria, trabalhadora, mas não estava conseguindo resultados à altura do elenco. É preciso lembrar que trocamos toda a equipe, praticamente só ficou o Rogério Ceni.

Informa o Globoesporte.com

.

                           

.

                           

SAÚDE+10: MOVIMENTO COLHE ASSINATURAS PARA LEI DE INICIATIVA POPULAR‏

                     

O Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública – Saúde+10 institui o dia 10 de Julho como o Dia Nacional da Mobilização pela Coleta de Assinaturas. O Conselho Nacional de Saúde (CNS) junto com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES), o Conselho Federal de Medicina e outros parceiros convocam os Conselhos de Saúde e municípios de todo o país a arrecadarem assinaturas em favor da saúde pública.
 O movimento Saúde +10 foi criado há um ano com o intuito de propor Projeto de Lei de Iniciativa Popular que assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para a saúde pública brasileira, assim, alterando a Lei Complementar 141, de 13 de janeiro de 2012.
 O Movimento já colheu 1 milhão e 200 mil assinaturas, mas para entrar na pauta do Congresso Nacional, é preciso 1 milhão e 500 mil assinaturas. Os 10% pleiteado pelo Movimento representa um incremento de aproximadamente R$ 43 bilhões de reais no orçamento da Saúde, totalizando o montante de R$130 bilhões anuais.
 O dia 10 de julho, além de ser o Dia D de coletas de assinaturas por todo o país, será o dia de lançamento da minuta do Projeto de Lei elaborado conjuntamente ente o CNS, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), CONASEMS, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Confederação nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
 A minuta do PL será apresentada dia 10 no Congresso CONASEMS de 2013, que acontece de 7 a 10 de julho, em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimaraes. Segue abaixo o link referente ao formulário para a coleta das assinaturas. http://www.saudemaisdez.org.br/images/pdf/formulario-coleta-de-assinaturas.pdf. Opção mais curta do link: http://goo.gl/HNdEf.

Do: Jornal Agreste Notícia 

.

                      erasmo

Obras do Anel Viário do Cariri avançam para a fase final


Image 
 
As obras de pavimentação da estrada que liga o município de São Sebastião do Umbuzeiro a Zabelê, e que faz parte do Anel Viário do Cariri, avançam para a fase final. A previsão de entrega das obras é 15 de agosto, segundo os engenheiros responsáveis, Renato e Guedes, da ESSE Engenharia. A obra é realizada com recursos próprios do Governo do Estado da Paraíba.

Já estão concluídos cerca de 3.500 metros, de base atacada. Na manhã desta sexta feira-feira (05), foi iniciada a imprimação, colocação do óleo asfáltico, onde nesta fase é colocada a base e a sub-base onde fica faltando apenas a brita graduada, que teve seu inicio no sentido Zabelê a São Sebastião do Umbuzeiro. Já as obras sentido São João do Tigre (20,4 km), estão bem aceleradas. 
 
Image 

A ESSE Engenharia é responsável pelos trechos que liga Zabelê/São Sebastião do Umbuzeiro (13 km), São Sebastião do Umbuzeiro/São João do Tigre (20,4 km), São João do Tigre/Camalaú (23,7 km) trabalha em ritmo acelerado no esforço de tentar concluir as obras, Zabelê á São Sebastião do Umbuzeiro até o dia 15 de agosto.

O trecho Zabelê á São Sebastião do Umbuzeiro faz parte das obras, que integram o Programa Caminhos da Paraíba, e conta  com um investimento de R$ 114.673.355,8. O Anel do Cariri vai tirar do isolamento mais cinco municípios do Cariri paraibano. 

.

            lpp

Caminhão carregado de madeira atola no Centro de Prata


Image 
 
Um caminhão carregado de madeira e com placas de Serra Talhada - PE atolou no Centro do município de Prata nesta na tarde desta quinta-feira (04), e causou um reboliço maior do mundo, pois o danado ameaçou tombar, e os populares da cidade não sabiam o que fazer. Lázaro Araújo foi lá e registrou tudo.