domingo, 20 de abril de 2014

Silas Malafaia diz que não é pecado roubar se der dízimo para a igreja

Entrevistado pela revista Veja, Silas Malafaia é descrito como “o caçador de pastores” e afirma pagar salários de até R$ 22 mil para os pastores de sua igreja

Um polêmico vídeo do pastor Silas Malafaia está circulando pela internet. Nele, o pastor diz que roubar não é pecado, desde que o ladrão dê o dízimo para a igreja.
Segundo o pastor, o dízimo tem o poder de purificar o roubo: “Se uma pessoa rouba e depois faz o bem dando para a igreja, fica elas por elas, não tem mais crime.” Silas Malafaia citou como exemplo o apóstolo Paulo que perseguia Cristãos, mas depois se juntou a eles. Para Malafaia, o dízimo mostra que a pessoa se arrependeu e que o mais importante é se arrepender depois de cada roubo, não importa quantos roubos sejam feitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário