Martin chegou a pesar 450 kg (Reprodução / Mirror)
Oficialmente considerado o homem mais gordo do mundo, o britânico Keith Martin morreu  vítima de pneumonia, revelou Tina, sua irmã, ao Mirror nesta sexta-feira, dia 5. “Nós ainda estamos de luto. Sentimos muita falta dele”, acrescentou.
O homem, que sofreu com problemas de peso a maior parte da sua vida adulta, chegou a um ponto que consumia 20 mil calorias por dia, nove vezes mais do que a quantidade recomendada.
Martin, que passou a vida se confortando com junk food, como sanduíches, pizzas e refrigerantes, chegou a pesar quase 450 kg e beirar a morte. No entanto, ele perder 160 kg para conseguir se qualificar para uma cirurgia de redução de estômago em 2012.
As complicações de saúde de Martin surgiram após a operação, quando ele foi contra a ordem médica e saiu do hospital porque ele estava com saudades de casa. Depois de sofrer de síndrome do choque séptico, ele voltou ao hospital, contraindo pneumonia em seguida.
Apesar de ter tido alta pela última vez, em fevereiro, ele nunca se recuperou totalmente de seus problemas de saúde e não resistiu às complicações, falecendo em março.