sábado, 21 de março de 2015

                AUTO_jmarcos

PREFEITO LIMINAR QUER RECEBER INDENIZAÇÃO DO RADIALISTA BARTOL NEVES


Dr. Edson é criticado e não aceita agora quer indenização, "O dinheiro é para compensar a sensação de dor de Dr. Edson" diz advogado

Na manhã desta sexta-feria (20), o radialista e editor do Blog Patrulha do Agreste Bartôl Neves foi citado pela Comarca de Brejo da Madre de Deus onde tomou ciência de uma ação movida pelo prefeito José Edson de Sousa (PTB). Dr. Edson foi cassado por abuso de poder econômico e abuso de poder político, ou seja, no entendimento dos magistrados o Dr. usou a máquina pública (prefeitura), para se reeleger nas eleições de 2012 e por este motivo ele foi cassado em abril de 2013 juntamente com sua vice Clarice Correia filha do ex-deputado Pedro Correia que está preso por corrupção.

Depois de sua cassação, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) promoveu uma eleição suplementar onde o candidato apoiado pelo Dr. perdeu com uma diferença de mais de 2.500 votos, demostrando assim a insatisfação da população com e sistema político vergonhoso montado pelo grupo do Dr. Edson. Logo após o pleito de 2013 onde Roberto Afora foi eleito e assumiu o comando do município, em agosto daquele ano, foi feito uma auditoria que segundo os auditores a documentação aponta um "rombo" de mais de 20 Milhões de Reais durante a administração do Dr, depois desses fatos, o radialista fez várias indagações ao antão prefeito cassado, "Eu gostaria de saber onde está o dinheiro da creche de mais de Um Milhão de Reais?, Cadê as cartilhas da dengue que foram compradas por vossa excelência e pelo vereador Hilário por quase Um Milhão de Reais que ninguém viu?, Onde o senhor colocou o dinheiro que foi arrecado com leilão, quando vossa excelência vendeu o patrimônio público, cadê esse dinheiro? " questionava Bartôl.

Como nunca obteve resposta Bartôl Neves não deixou o assunto da "administração" vergonhosa caísse no esquecimento, e as vezes, voltava a debater o assunto, onde fez várias observações sobre a situação que passa o município, o sumiço das verbas públicas (segundo a auditória), um aliado de Dr. Edson, talvez um funcionário contratado da prefeitura de Brejo que mora em são Domingos que ganha dinheiro do povo para não fazer nada, este amigo do Dr. gravou o programa e mostrou ao Dr. que ficou muito raivoso, e resolveu pedir uma indenização, é isso mesmo, o excelentíssimo José Edson de Souza sentiu-se muito ofendido e quer uma indenização em dinheiro, confira trecho do documento por dos advogados do Dr.,

" No caso em tela, resta cabalmente comprovado que o requerido (Bartôl) ao se pronunciar, foi bastante agressivo pois não fez meras críticas à gestão do atual Prefeito se assim tivesse sido seria desnecessário à postura desta exordial, suas palavras foram além pois atribui ao autor (Dr. Edson), pratica criminosa" afirmou o advogado de Dr. Edson.

O radialista e blogueiro Bartôl Neves falou sobre o caso, "Ora, se no entediamento do Dr. não é necessário fazer crítica ao seu "governo" deve ser por que ele pensa que está tudo bem, talvez seja por que ele cumpriu suas promessas de campanhas, disse que ai acabar com as filas na policlínica de São Domingos e realmente acabou, praticamente não tem mais atendimento!  Ou não pode fazer crítica por quê o Dr. está acima da opinião publica? Uma sociedade que não pode nem questionar ou criticar um político, não é democracia de verdade, aqui ponto chegamos?, um DITADOR disfarçado de republicano, seria interessante nós cidadãos buscar saber melhor sobre o passado e o comportamento desse tipo de "políticos" que se acham  "intocáveis". desabafou Bartôl.

Em outro trecho do documento feito pelo advogado de Dr. Edson mostra o interesse que o atual prefeito tem pelo dinheiro, confira,

"Assim a citada indenização tem a finalidade de compensar a sensação de dor da vítima" afirma o advogado.

O radialista completou sua opinião, e detonou, "O que me deixa mais indignado, é o tamanho da falta de humanidade desse cidadão que por força de uma liminar voltou a ser prefeito, aqui fala claramente, indenização (o dinheiro), tem a finalidade compensar a dor que Dr. Edson está sentido" ou seja, deu dinheiro a ele a dor passa, que dor é essa? Se uma simples crítica é motivo de dor, eu pergunto a esse prefeito,  o que dizer de centenas de crianças que ficaram sem a creche que não foi concluída? O que dizer família daquele cidadão que morreu depois de uma lutar na Justiça contra esse prefeito? Quem não lembra daquele agricultor que fazia tratamento e recebia os medicamentos da prefeitura e depois que quando Dr. Edson assumiu a prefeitura deixou de fornecer o medicamento e  esse paciente foi pra justiça, e mesmo condenado o Dr. Edson não cumpriu a decisão e o paciente continuou sendo massacrado sem socorro?, O que dizer a milhares de crianças e alunos que tiveram que beber água de cisterna enquanto o prefeito só bebia água mineral comprada com dinheiro publico?, fora outros absurdos praticados por este prefeito e alguns de sua equipe perseguidora e incompetente" disse Bartol que finalizou dizendo que confia na justiça e que ela garantirá seus direitos de se manifestar contra ou a favor de quem quer que seja.

"Para finalizar, por enquanto, quero dizer que confio na Justiça, pois é um dos mecanismos que a sociedade tem para garantir seus direitos como está na Constituição, inclusive o direito de se manisfestar e repudiar atitudes vergonhosas de pessoas que chegam ao poder mentido para o povo e depois não cumprem seus compromissos com a sociedade, e ainda quer nos calar de forma ditadora e perseguidora, para o prefeito de Brejo o que posso de dizer é o seguinte, tenho minha consciência tranquila, não vou deixar de defender a população por conta de uma pessoa com um histórico vergonhoso como o de vossa excelência, basta procura no TCE, TJPE, TRE-PE e na Polícia Federal que vamos ver minha ficha e a sua, minha história e a sua. Agradeço a Deus, pois sei que sempre está à frente de nossas lutas, entrego tudo em suas mãos Senhor, agradeço aos amigos pelo apoio, e afirmou que estarei sempre de cabeça erguida, pois prefiro ser representado na justiça por falar o que penso, do que ser processado e condenado por corrupção. concluiu Bartôl.

Do  Patrulha do Agreste
                    migueljc

Por que os olhos ficam vermelhos quando temos sono?


Os olhos apresentam estruturas bastante sensíveis e que podem demonstrar uma aparência avermelhada com facilidade. Quando estamos com sono os olhos passam por um processo chamado de inflamação da conjuntiva, ou seja, o revestimento da parte branca dos olhos fica avermelhado. A vermelhidão é resultado direto da dilatação dos vasos sanguíneos.

Além do sono, outras causas podem deixar os olhos vermelhos, como alergias, contato com substâncias irritantes, resfriados e gripes. O sono também aumenta o fluxo de sangue nas membranas mucosas dos olhos, aumentando as chances de vermelhidão.


De uma forma geral, é possível afirmar que o olho vermelho é normal quando a causa é apenas o cansaço físico e o sono. Essa ocorrência é comum e não apresenta nenhum tipo de risco para a saúde ocular.
                    leandro

MEGA-SENA ACUMULOU E PRÊMIO DEVERÁ SER DE R$ 7 MILHÕES NA QUARTA-FEIRA (25)

Nenhum apostador acertou a Mega-Sena do concurso 1.688, sorteada na noite deste sábado (21) na cidade de Barra Bonita, SP. Sendo que para o próximo sorteio, a premiação pode chegar a R$ 7 milhões, informa a Caixa Econômica Federal, órgão do governo que realiza os sorteios lotéricos oficiais no país.

Dezenas sorteadas: 18 - 23 - 30 - 32 - 42 - 56.

Num total de 47 apostas acertaram a Quina deste sorteio e cada uma ganhou R$ 39.205,52 por marcarem cinco dezenas. Já os 4.355 ganhadores da Quadra, vão receber 39.205,52, por cada um deles ter acertado quatro dezenas da Mega-Sena.

Jogando
Para jogar na Mega-Sena, basta fazer uma aposta mínima com seis dezenas no valor de R$ 2,50 até às 19h (de Brasília) em qualquer uma das casas lotéricas do Brasil. A Caixa realiza dois sorteios semanais da Mega-Sena, nas quartas-feiras e aos sábados em algum lugar do território, sempre no caminhão da sorte. 
                AUTO_son

POLÍCIA MILITAR DE JATAÚBA-PE PRENDE TRAFICANTE COM 93 PEDRAS DE CRACK E UMA TROUXINHA DE MACONHA


Na noite desta sexta-feira (20) policiais do 24º BPM prenderam um jovem identificado por José Flavio de Oliveira de 21 anos de idade, morador da 2° travessar da liberdade no Bairro Boa vista, acusado de tráfico de drogas. 

Com ele os policiais apreenderam 93 cabeças de crack, e uma trouxinha de maconha.

Os militares chegaram a José Flavio através de denúncia anônima dando conta de que no local onde ele foi preso tinha diuturnamente uma grande movimentação. 

 
Os policiais sobe o comando do Sargento Ismael, Cb Carlos os Sds Arquilino e Juvêncio foram checar e acabaram por descobrir que no local funcionava uma boca de fumo.

Sd Arquilino,      Sd Juvêncio,      Sgt Ismael   e    Cb Carlos

José Flavio, foi apresentado na Delegacia da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, onde foi autuado em flagrante delito por tráfico de drogas e associação ao tráfico. 


Ruy Siqueira/Portal do Agreste
                    mariano

Açude do Congo está entrando em situação crítica, segundo a AESA


O Cariri vive momentos de expectativa. Agricultores, donas de casa e pais de família que todos os dias fazem o mesmo pedido: queremos chuva para plantar e para colher. Diversas cidades da região estão com seus reservatórios vazios ou com baixo volume de água como é o caso de Gurjão. O açude do município, que sangrou pela última vez em abril de 2011, está completamente seco e os moradores convivem com a triste realidade da constante falta de água nas torneiras.

Assim como Gurjão, outras dez cidades do Cariri estão sendo abastecidas pela adutora do Congo que atualmente está com apenas 6,5% de sua capacidade total. De acordo com dados da Aesa, caso não chova o Açude Cordeiro entrará em situação crítica. Esse nível é medido por um gráfico do órgão que deixa em estado de alerta reservatórios com menos de 5% do seu volume total.

Ver o principal reservatório de água da região, que possui extensão total de quase 138 quilômetros, em situação de emergência, deixa muitos caririzeiros tristes como é o caso de Seu João, agricultor serrabranquense. “Eu mesmo plantei logo no início do ano quando começou a chover, mas com a seca, os pezinhos de milho estão tudo morrendo de sede! A vida hoje está bastante complicada, a água do Congo está acabando e não sei o que será de nós. Aqui tem dois açudes que as águas só servem para os capins. Em vez do prefeito colocar ordem e mandar limpar esses mananciais não faz nada”, lamenta Seu João.

Os dados divulgados pela Aesa, mostram que o açude Cordeiro está perdendo cerca de 2% de seu volume a cada mês. Em março do ano passado os números totalizavam 13,4%. As perspectivas climáticas para a região indicam que as chuvas serão irregulares, tanto espacial quanto temporalmente. “A distribuição de chuvas dependerá dos sistemas meteorológicos, porém a previsão para o Cariri é de pancadas de isoladas e irregulares ao longo de todo o trimestre, que corresponde aos meses de março, abril e maio”, relata Marle Bandeira meteorologista da Aesa.

Devido aos constantes problemas encontrados na adutora do Congo e apesar das precipitações que atingiram a região nos últimos dias se não chover o Cariri ocidental entrará em colapso numa séria crise de abastecimento.

Confira o volume dos reservatórios:

Gurjão: Açude Gurjão – 0,0% em 09/03/2015
Livramento: Açude Russos – 16,4% em 28/02/2015
Monteiro: Açude Porções – 8,4 em 22/01/2015
Sumé: Açude Sumé – 21,1% em 16/03/2015
Ouro Velho: Açude Ouro Velho – 0,0 em 09/03/2015
Prata: Açude Prata II – 0,1% em 09/03/2015
São João do Cariri: Açude do Namorado – 10,1% em 06/02/2015
São José dos Cordeiros: Açude São José III – 24,9% em 28/02/2015
Serra Branca: Açude Serra Branca II – 9,5 em 20/01/2015

                   AUTO_luscar

Animal solto na pista provoca acidente entre Sumé e Congo

                                   “BOÊMIOS CÍVICOS” GERARAM A PETROBRÁS
Por volta das 4h50 da manhã deste sábado (21) uma colisão no trecho Sumé/Congo, nas imediações do km19, entre um jumento e um caminhão Mercedes com proprietário da cidade de Serra Branca, por pouco não provocou uma tragédia. O mesmo é feirante e seguia para a cidade do Congo para vender frutas e verduras, quando se chocou com o animal
A colisão, segundo o proprietário que estava bastante abatido, custará ao mesmo um valor que gira em torno de R$ 10.000,00 entre peças e serviços para o veículo. Ele agradecia muito a Deus por ter livrado ele e dois amigos que o acompanhavam de algo maior. Segundo o mesmo, foi difícil segurar o caminhão na pista no momento do acidente. Os três, apesar do susto, nada sofreram.
O tempo passa, e os animais nas pistas seguem fazendo vítimas. Não foi o primeiro, e se depender da negligencia e irresponsabilidade dos donos desses animais e contando também com a inoperância e passividade dos órgãos e autoridades responsáveis. Possivelmente teremos mais vítimas.

Eduardo Carvalho

sexta-feira, 20 de março de 2015

                   duke

Homem degola companheira após ler conversas no WhatsApp em Angelim agreste Pernambucano



O casal Renato Guilherme da Silva e Patrícia Pereira da Silva de 20 anos, havia chegado da festa de São José, quando começaram a discutir e ele no quintal da residência localizada na Rua Sérgio Loreto, esfaqueou a vítima com violentos golpes de faca peixeira, a fúria com que Renato atacou a mulher chamou a atenção, a vítima teve a cabeça decepada e várias partes do corpo atingidas pelos golpes.


Após o crime, Renato, utilizando uma moto CG de cor preta se evadiu tomando destino ignorado. O mesmo é procurado pela polícia e qualquer informação que leve a sua localização deve ser repassada a Delegacia de Angelim ou a Polícia Militar através do 190.


No local compareceram as polícias militar, civil e Corpo de Bombeiros que retirou o corpo e levou para o IML de Caruaru, ainda segundo informações, a motivação para tamanha violência seria ciúmes. 

Por collar

                  AUTO_zop2

MUDANÇAS NA INTERNET VÃO PERMITIR CAPACIDADE "QUASE INFINITA" DE CONEXÕES

O crescimento exponencial de equipamentos conectados à internet levou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a adotar uma medida similar à feita em linhas telefônicas. Assim como foi necessário acrescentar um dígito nos números de telefone para atender ao crescimento da demanda, os endereços de protocolo chamados IPv4 – número de identificação que permite a conexão dos equipamentos à internet – já estão dando lugar a uma nova versão com capacidade “quase infinitamente maior”: o IPv6.

“É uma quantidade tão absurda de IPs possíveis, que daria para colocar um endereço em cada grão de areia existente na Terra”, explica o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, José Alexandre Bicalho.

Responsável pela coordenação da transição das tecnologias, o superintendente explica que os 340 undecilhões (o equivalente a 36 zeros após o 340) de endereços possíveis a partir do novo protocolo vai permitir que cada habitante do planeta tenha 48x10 elevado a 18ª potência de equipamentos conectados. "É muito improvável que, algum dia, esse número se esgote", disse ele. A solução para a ampliação dos IPs é semelhante à adotada para aumentar o número de linhas telefônicas, com o acréscimo de um dígito ao prefixo da linha. Só que, no caso da internet, são vários números a mais.

“A diferença é que, no caso da transição desses IPs, isso não é feito de forma tão simples – e não pode ser feito de forma abrupta – por causa da complexidade das redes e da quantidade de dados colocada nela”, disse Bicalho. Segundo ele, as mudanças vão passar praticamente imperceptíveis para os usuários, com apenas algumas atualizações de softwares. “Não é necessário fazer absolutamente nada, até porque essa alteração já vem sendo feita, uma vez que o IPv4 já se esgotou e só funciona por meio de soluções paliativas.”

Há pelo menos dois anos, novos equipamentos já são vendidos com a tecnologia atualizada. Além disso, novos usuários também acessam a rede com IPv6. De acordo com a Anatel, haverá um período de convivência entre os dois protocolos e ainda não está definido quando o IPv4 deixará de ser usado.

“A migração será completa, mas provavelmente o IPv4 permanecerá por vários anos convivendo simultaneamente. Falamos em um prazo de quatro anos, mas ele certamente será estendido. As operadoras, inclusive, já solicitaram prazos maiores para localidades com menos usuários, principalmente no interior do país”, disse o superintendente da Anatel.
                    AUTO_myrria

Sorteio na CBF define confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste


Em sorteio realizado na manhã desta sexta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ficou definido os quatro confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste, que serão realizadas nos dias 25 e 29 de março. Para estabelecer as partidas, os oito classificados foram divididos em dois grupos. No pote um ficaram os quatro primeiros colocados com melhor campanha - Vitória, Bahia, Ceará e Sport. No pote dois ficou o Salgueiro, primeiro colocado com pior campanha, mais os três melhores segundos colocados dentre os cinco grupos - Fortaleza, América-RN e Campinense.

Confira os confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste

Dia 25/3

Fortaleza x Sport
Campinense x Bahia
Salgueiro x Ceará
América-RN x Vitória

Dia 29/3

Sport x Fortaleza
Bahia x Campinense
Ceará x Salgueiro
Vitória x América-RN
                                          nani

Situação do rio São Francisco é muito grave

                               Dupla armada com faca invade casa de aposentado e vítima reage ao assalto
Ao lembrar que 22 de março é o Dia Mundial da Água, o senador Otto Alencar (PSD-BA) chamou atenção para a crise hídrica brasileira e a difícil situação pela qual passa o Rio São Francisco.
Em discurso no Plenário do Senado nesta quinta-feira (19), o parlamentar lembrou que praticamente todos os afluentes do chamado Rio da Integração Nacional – por cortar cinco estados – estão comprometidos pelo despejo de esgoto, assoreamento e destruição de mata ciliar.
Otto afirmou que o consumo de água aumenta todos os anos, mas nenhum governo, seja federal ou estaduais, se deu conta ainda da importância de se investir na preservação de nascentes, riachos e afluentes.
                               Dupla armada com faca invade casa de aposentado e vítima reage ao assalto
“De ponta a ponta, no São Francisco, o que se vê são matas ciliares derrubadas. Quando chega à Bahia, o rio já vem trazendo todo tipo de sedimentos e detritos. A situação é tão grave que o Lago de Sobradinho está com 20% de capacidade. Se não tiver constante chuva até o fim de abril, é bem provável que em novembro possamos ver o fundo do lago”, lamentou.
O senador informou que está preparando um projeto de lei determinando que qualquer transposição de bacia seja feita somente depois que o rio doador das águas seja totalmente revitalizado.
“No orçamento de 2015 tem muito mais dinheiro para transposição do que para revitalização. Só que não haverá água nos canais do São Francisco se ele não for revitalizado”, alertou.
Em aparte, a senadora Ana Amélia (PP-RS) ressaltou o fato de a crise hídrica ter se somado a outras crises de ordem política e econômica.

“Nós estamos maltratando nossas fontes e reservas. As cidades transformaram seus rios em esgotos e lixões”, disse a senadora, que citou como exemplo os rios Guaíba, em Porto Alegre, e o Tietê, em São Paulo.
                  AUTO_marcoaur

Município do Congo realiza audiências públicas sobre LDO 2016

                                Dupla armada com faca invade casa de aposentado e vítima reage ao assalto
A Prefeitura de Congo convida a população para participar das Audiências Públicas da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). As reuniões serão realizadas em várias localidades de acordo com cronograma abaixo e têm como objetivo estimular a participação popular durante o processo de discussão para elaboração da LDO para o exercício de 2016.
Confira o cronograma de audiências:
Data: 24/03/2015
Horário: 19:00
Local: Colônia Z-32 / Sítio Laginha
Data: 25/03/2015
Horário: 19:00
Local: Associação dos Pescadores do Açude dos Poços / Sítio Jua.
Data: 26/03/2015
Horário: 19:00
Local: Escola Municipal Napoleão Fernandes / Sítio Riacho do Algodão

Data 31/03/2015
Horário: 19:00
Local: Auditório Municipal. Rua Senador Rui Carneiro / Centro

quinta-feira, 19 de março de 2015

                    AUTO_amorim

Professores rejeitam proposta do Governo do Estado sobre Lei do Piso Salarial


Professores lotaram as galerias da Alepe durante audiência pública / Foto: Rinaldo Marques/Alepe

Professores vinculados à rede estadual de ensino em Pernambuco participaram de uma audiência pública realizada nesta quarta-feira (18), na Assembleia Legislativa (Alepe), para discutir o Projeto de Lei 79/2015, de autoria do Governo do Estado, que atualiza o Piso Salarial dos Professores para cerca de 4.050 professores e exclui mais de 45 mil professores de qualquer reajuste no ano de 2015.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe), Fernando Melo, a proposta é inaceitável e não será aprovada pela categoria que já articula um movimento grevista. Ele ainda denuncia que o Estado está articulando uma manobra que beneficiará uma parcela mínima dos professores. “Somos 49.800 professores, entre ativos e aposentados. O governo mandou para a Alepe um projeto que contempla apenas 1.770 professores de nível médio, dos quais, muitos não estão em sala de aula”, denuncia o dirigente.
 
Melo explica que outros 2.280 professores que estão na primeira faixa salarial receberão 0,89% de reajuste. As demais faixas, não terão qualquer reajuste. “O Governo do Estado igualou o professor com formação em nível médio com o professor que tem licenciatura. Sem diálogo, o Governo achata a carreira, quebrando um dos pilares da formação”, explica.

Presidente da Comissão de Educação e Cultura, a deputada Teresa Leitão criticou o projeto do Governo do Estado. Para ela, quando a proposta implanta o aumento apenas para os professores que ganham abaixo do piso, o governo esquece que os reajustes salariais devem percorrer toda a carreira dos professores.

O líder da Oposição, Silvio Costa Filho (PTB) lembrou que o governador Paulo Câmara (PSB) prometeu na campanha eleitoral dobrar o piso dos professores da rede estadual, mas que agora, a grande maioria da categoria não terá impacto financeiro positivo.
 
Único representante do Governo na audiência, o gerente técnico de informação da Secretaria de Administração do Estado, Bruno Carneiro, disse que o Projeto de Lei 79/2015 é uma adequação à lei federal que institui o piso e que vai contemplar “2.280 professores que estão em início de carreira”.

Por meio de nota, a secretaria de Educação do Estado informou que a reunião desta quarta marcou o início da rodada de negociações com a categoria.
De acordo com o secretário titular da Pasta, Milton Coelho, o Governo trabalha para oferecer propostas que atendam à demanda da classe: “O ciclo de discussões apenas começou, e vamos, de forma responsável, continuar as negociações para buscar as melhores propostas para atender as demandas dos profissionais da educação e assim assegurar a continuidade ao processo de reconhecimento desses servidores”.
Os professores da rede estadual terão uma reunião ainda nesta quarta-feira com representantes do Governo de Pernambuco. As contra propostas conversadas entre as partes serão debatidas com a categoria numa assembleia marcada para a próxima segunda-feira (23). Na ocasião será definido se haverá greve dos professores.
                   AUTO_jmarcos

Produto deu defeito: o que fazer?


Nem sempre o consumidor fica satisfeito com o produto que adquiriu. Alguns não gostaram do modelo do produto; outros querem mudar a cor ou o tamanho. As lojas, porém, não são obrigadas a trocar, o que não impede você de negociar, no momento da compra, para que ela possa ser feita. Leve um cartão da loja com a garantia da troca.

Qualquer mercadoria conta com garantia legal. Para bens duráveis, como eletrônicos, esse prazo é de 90 dias; já para os não-duráveis, como alimentos e alguns tipos de medicamentos, são 30 dias.

obrigação da troca ou devolução da quantia paga existe quando o produto tem defeito, e depois de tentar sem sucesso o reparo na assistência técnica, no prazo de 30 dias.

Garantia contratual é estipulada pelo fabricante
Você também pode tentar solucionar o defeito de seu produto se ele estiver na garantia contratual, que é estipulada pelo fabricante ou fornecedor do produto (loja). Mas fique atento: nem todos os itens da mercadoria são cobertos e o fabricante pode determinar condições para você acioná-la. Por isso, é fundamental ler o termo de garantia que deve, obrigatoriamente, acompanhar o produto.
A maioria dos fornecedores também oferece a garantia estendida, que você pode contratar no ato da compra, pelo tempo que quiser, pagando um valor adicional. Funciona como um seguro para o produto, que passa a valer quando a garantia contratual vence. Leia com atenção o contrato, antes de assiná-lo e preste atenção aos itens não-cobertos. E lembre-se: você não é obrigado a contratá-la.
Por isso, exija sempre a nota fiscal para comprovar a data da compra.
                    AUTO_lailson

FRENTE PARLAMENTAR FAZ CAMPANHA PEDINDO BOICOTE À NOVELA "BABILÔNIA" DA GLOBO

Iniciada nesta segunda-feira (16) na faixa das 21h da Globo, a novela "Babilônia" tem chamado a atenção pelo seu conteúdo forte. A trama de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga tem ganhado muitos elogios nas redes sociais, mas também muita polêmica por conta dos beijos gays entre o casal interpretado por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, cenas de maldade e sexo, feitas pelos papéis de Gloria Pires e Adriana Esteves.

Por conta disso, a Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira, órgão da Câmara Federal presidido pelo senador Magno Malta (PR-ES), começou uma campanha em suas redes sociais pedindo para os seguidores boicotarem a novela. "Apologia ao mal. Produzida para destruir famílias. Compartilhe, não dê espaço para esta ameaça com cara de diversão. Não assista", diz Malta em sua página. A publicação já foi compartilhada mais de 60 mil vezes até o fechamento desta matéria.

Ele ainda não afirmou se irá entrar com alguma pedido de sanção contra a trama.

"Babilônia" tem marcado médias entre 30 e 33 pontos de audiência na Grande São Paulo. No mesmo horário, "Carrossel", do SBT, tem fechado com 12 pontos, um índice bem expressivo.
                       
                    AUTO_waldez

Duplica já! Entidades solicitam audiência com Governo do Estado para tratar de obras paralisadas


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), recebeu na tarde desta quarta-feira (18) presidentes e diretores do Moda Center Santa Cruz, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Santa Cruz), Associação Empresarial de Santa 
Cruz do Capibaribe (Ascap), Associação Santa-cruzense de Contabilistas (Ascont) e Sindilojas.

A reunião, provocada pela união das associações representativas da indústria e do comércio do município, teve como tema central os prejuízos causados pela paralização nas obras de duplicação das rodovias PE-160 e BR-104, esta última iniciada há mais de cinco anos.

Recentemente, as mesmas entidades criaram um movimento em prol da duplicação. Intitulado “Duplica Já”, a iniciativa propõe a união de esforços para pressionar as autoridades quanto à retomada das referidas obras.

Edson Vieira recebeu um ofício das entidades, solicitando articulação para agendamento de audiência com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). O prefeito prometeu uma resposta para a questão já nos próximos dias. O secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Bruno Bezerra, também participou da reunião.

Informações da Assessoria
                   AUTO_son

Homem que residia em Santa Cruz morre em acidente na cidade do Congo, PB. CRAS procura família da vítima

                               
O Centro de Referência em Assistência social (CRAS), de Santa Cruz do Capibaribe, está tentando localizar a família de um homem que sofreu um acidente nesta quinta-feira (19), na cidade do Congo, no Cariri da Paraíba.

O homem de 76 anos, identificado como Teodoro Pedro da Silva, conduzia uma caminhonete D-10 de cor creme quando sofreu o acidente e veio a óbito. Porém antes de morrer a vítima conseguiu informar que residia no Bairro Cruz Alta, aqui em Santa Cruz.

Familiares ou conhecidos da vítima devem entrar em contato com a coordenadora do CRAS pelo número (81) 94517778.

Merece destaque
                    nani

Humor:Nova fábrica da Volkswagen (VW) poderá ser em Jataúba-PE

Condições geográficas e logísticas com divisa com a Paraíba teriam atraído a montadora

Divulgação
A Volkswagen declarou que está avaliando ampliar a sua capacidade produtiva, mas não tem um posicionamento oficial sobre o assunto.


Executivos da Volkswagen andaram sondando diversos municípios pernambucanos para ver onde será a nova fábrica da montadora alemã, e parece que eles já têm um escolhido. Segundo informações do jornal Valor Econômico, a área vencedora teria sido a do agreste do estado, onde fica o polo de confecções. As condições geográficas e logísticas da região teriam pesado bastante na decisão, mas não está descartada a possibilidade de uma mudança para qualquer outra área visitada, como a Mata Norte, onde está localizada a fábrica da Fiat, ou mesmo o litoral pernambucano.
As vantagens de uma fábrica agrestel de Pernambuco não seriam, no entanto, apenas logísticas. A proximidade com o aquecido mercado consumidor nordestino e, principalmente, os incentivos fiscais e financeiros da região seriam outros fatores de interesse. Segundo o Valor, “durante um jantar realizado no palácio do governo pernambucano há três semanas, executivos da montadora teriam perguntado algumas vezes sobre a possibilidade de reabertura do regime automotivo especial para os Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, pelo qual as empresas instaladas nessas regiões podem pagar parte do PIS e do Confins usando créditos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) oriundos de vendas no mercado interno”.
A situação gerou uma queda de braços entre governadores nordestinos interessados em que o governo federal abra esses incentivos para as montadoras, e o próprio novo ministro da fazenda, Joaquim Levy, que acredita que os incentivos não sejam necessários, já que as montadoras irão investir de qualquer modo. A grande preocupação para os estados do Nordeste é que, sem estímulos fiscais, as montadoras optem por Estados do Sudeste e Sul do país, especialmente São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A questão deve ser levada à presidente Dilma Rousseff ainda nos próximos dias.
Em contato com Autoesporte, a Volkswagen declarou que está avaliando a possibilidade de ampliar a sua capacidade produtiva, mas ainda não tem um posicionamento oficial sobre o assunto (veja comunicado na íntegra abaixo). A montadora, que tem hoje unidades em São Bernardo do Campo (SP), São Carlos (SP), Taubaté (SP), São José dos Pinhais (PR) e Rezende (RJ), não é a única que anda de olho em construir uma fábrica na região Nordeste do Brasil. A chinesa JAC Motors anunciou neste mês que construirá uma fábrica também no polo de confecções de Pernambuco.
Comunicado da VW
"A propósito de sua consulta, a Volkswagen do Brasil esclarece que avalia a possibilidade de ampliar a sua capacidade produtiva no País, seja por meio de uma nova unidade que poderia ser em Jataúba-PE ou pela expansão da capacidade de suas fábricas já existentes. Nesse contexto, a empresa vem realizando um levantamento preliminar de informações junto a diferentes estados e não há, portanto, qualquer definição sobre o assunto".

“ʇd ɐɹoɟ” foi a faixa mais popular nas manifestações, segundo a PM

Em nota divulgada essa tarde, a PM informa que faixa mais popular durante os protestos desse domingo (15) foi a com a mensagem “ʇd ɐɹoɟ”. Além dessa, também foram registrados manifestantes com os dizeres “ɐɯlıp ɐɹoɟ” e “soʇdnɹɹoɔ ɐɹoɟ”. Na capital federal, especialistas em língua portuguesa estão sendo convocados pela equipe do governo federal para desvendar o mistério.



Público pego de surpresa com fim do Restart: a banda ainda existia


Uma notícia bombástica chocou o povo brasileiro na manhã desta quarta-feira: o anúncio do fim da banda Restart. Todos foram pegos de surpresa com o anúncio pois ninguém imaginava que a banda ainda existia.
Fãs desesperados publicaram seus lamentos nas redes sociais: “a gente já até tinha esquecido que eles existiam, agora eles aparecem de novo só pra dizer que acabaram? Isso é puta falta de sacanagem”, postou uma estudante em seu Twitter.
A banda se dissolveu mas ainda tem alguns compromisso juntos como participar de festas infantis fazendo cover dos Teletubbies.


Dilma fará pronunciamento na hora do almoço quando as panelas estarão ocupadas


Ideia é evitar panelaço durante a fala da presidente mas, a inflação pode estragar os planos



A Presidente Dilma Rousseff está preocupada em ter que aparecer na TV por causa do panelaço dos brasileiros. Para sanar o problema, a assessoria sugeriu que a presidente Dilma faça seus pronunciamentos somente em horário de almoço, uma vez que as panelas estarão ocupadas e evitará o "panelaço". 

O companheiro Lula achou ótima a ideia, mas acredita que pode não funcionar em função da inflação, uma vez que, com a alta dos preços, o brasileiro está comendo menos e sobrando panelas vazias em casa, suficientes para um panelaço mesmo durante o horário de almoço. 



Fim da banda Restart resgata a esperança de que o Brasil está mudando para melhor


Fim do grupo comoveu fãs que disseram que a ausência do Restart vai preencher um enorme vazio

Muitas pessoas não sabiam que Restart ainda existia e se surpreenderam com a notícia do fim da banda. De acordo com um especialista, o fim da Restart vai resgatar a esperança, do brasileiro, de que o país está mudando para a melhor.

Durante o anúncio do fim da banda, não se ouviu, em lugar algum do Brasil, o som das panelas batendo -- popular panelaço -- mas sim, um coro de "amem" que foi possível ser ouvido dos quatro cantos do Brasil, segundo informações de alguns jornalistas asiáticos que cobrem os protestos no Brasil.

Alguns fãs choraram com o fim do grupo musical. "A ausência do Restart vai preencher um enorme vazio", disse um fã aos prantos.
 


Dilma diz aos jornais internacionais que os protestos eram saudades da Copa do Mundo


Presidente deu entrevista aos jornais internacionais dizendo que o Brasil foi às ruas com saudades da Copa

Depois que o Brasil ficou verde e amarelo de pessoas nas ruas, diversos veículos de imprensa internacionais, telefonaram para a presidente Dilma, para falar sobre o que estava acontecendo nas ruas. Dilma disse que as pessoas estavam nas ruas, vestidas de verde e amarelo, para demonstrar uma extrema saudade da Copa do Mundo. 

Um jornal americano chegou a destacar o título “Presidente do Brasil presta apoio aos brasileiros que vão as ruas com saudades da Copa do Mundo”. Já na Venezuela um jornal publicou um texto escrito pelo presidente Maduro que dizia "O Brasil foi às ruas pedir uma nova Copa".


quarta-feira, 18 de março de 2015

POR FAVOR, PAREM IMEDIATAMENTE COM A COPA DO MUNDO DO QATAR

Entenda como o principal evento de futebol do planeta é responsável por um dos maiores descasos humanitários do século XXI.
quatar
“Copa da mentira”. Foi assim que Romário descreveu como seria o Mundial de 2014, sediado no Brasil, ainda em 2012. Mas o termo também cabe muito bem dentro da situação que um milhão de imigrantes estão enfrentando neste momento no Qatar, país-sede da Copa do Mundo de 2022.
Convencidos de que poderiam ganhar altos salários e desfrutar de uma melhor qualidade de vida num dos países mais ricos do mundo, milhares de jovens de países asiáticos embarcaram rumo ao Qatar para trabalharem na construção de estádios, hospitais, estradas e toda a infraestrutura que o governo local está preparando para sediar o evento.
Mas ao desembarcarem no país, percebem que foram enganados: era tudo mentira.
Logo ao saírem do aeroporto, seus passaportes são tomados pelos empregadores. Ao chegar nas áreas de trabalho, começam a se dar conta da realidade. Nada de apartamentos luxosos como os que compõem os arranha-céus nas propagandas sobre o país - os jovens são obrigados a dormirem em casas precárias, na companhia de ratos, baratas, mosquitos e todo tipo de insetos que você possa imaginar.
Lá, não existem banheiros. A cozinha é irrigada com água suja. As condições de limpeza são imundas, com esgoto espalhado por quase toda a casa, relata o jornal britânico DailyRecord, que visitou as acomodações.
Alguns operários contam que tiveram que pagar preços altos para agências de recrutamento para que pudessem chegar até o Qatar. Um deles, de 32 anos, vindo de Bangladesh, conta que precisou desembolsar £ 3000 (cerca de R$ 11 mil) para conseguir o emprego, com a promessa de ganhar £ 149 por mês. Mas a verdade é que hoje ele recebe somente £ 116.
Outro, de 21, vindo do Sri Lanka, conta que não recebe há 3 meses. Apesar de receber um vale-refeição, que lhe permite comer, ele lamenta que a falta de pagamento tem prejudicado sua família em sua terra natal, pois era para onde ele mandava o dinheiro.
Ainda existem pessoas em situações piores. Alguns não recebem o pagamento há 6 meses e estão há anos sem verem seus filhos. Outros passam por problemas de saúde devido às péssimas condições de trabalho e não recebem nenhuma compensação por isso.
Os trabalhadores possuem jornadas que começam às 6 da manhã e só terminam às 5:30 da tarde, com pausas para almoço que não são remuneradas. Eles não possuem rádio, TV ou acesso à internet em suas casas e pouco sabem sobre o que está acontecendo ao redor do mundo.
“É como se estivéssemos numa prisão”, afirma um deles.
Devido às baixas condições de vida, muitos trabalhadores estão morrendo nas obras.
De 2010 pra cá, já foram mais de 1200 vidas ceifadas pelas construções. As principais causas de óbito são ataques cardíacos e sobreaquecimento. Segundo um ativista que não quis se identificar, existem mais pessoas morrendo por complicações de saúde do que por acidentes industriais nas obras da Copa.
As revelações do jornal vão de encontro com outras reportagens, produzidas por outros meios da imprensa que também estiveram no Qatar.
O britânico The Guardian infiltrou repórteres nas obras e conversou com imigrantes nepaleses. As queixas são similares: todos reclamam das baixíssimas condições de vida e da impossibilidade de deixarem o trabalho.
Como não possuem nenhum cartão de identificação e seus passaportes estão retidos, são tecnicamente imigrantes ilegais no país e portanto, não podem sair nas ruas ou mudarem de emprego. Assim, ficam confinados aos seus campos de trabalho escravo, onde passam horas trabalhando, sob altas temperaturas, sem acesso à água. Algumas vezes, nem mesmo comida recebem e são obrigados a permanecer mais de 24 horas soldando, montando e cortando metais, de estômago vazio.
1
Na falta de meios de subsistência, alguns chegam a emprestar dinheiro de seus contratantes, obrigados a pagarem de volta com taxas de juros que chegam a inacreditáveis 36%. Detalhe: muitos passam meses sem receberem seus salários e então, as dívidas só aumentam e tudo se torna uma imensa bola de neve.
Os que se revoltam, são rechaçados: podem perder definitivamente o pagamento mensal e os poucos direitos que possuem.
Mesmo em meio a centenas de denúncias, os responsáveis pelos eventos permanecem omissos.
O governo do Qatar espera gastar cerca de US$ 200 bilhões com o evento – para efeito de comparação, o Brasil gastou o equivalente a 9 bilhões de dólares com a Copa de 2014. Com todo esse dinheiro, o país pretende reformar sua infraestrutura, preparar estádios, construir uma cidade inteira do zero e talvez, quem sabe, pagar seus trabalhadores.
Estimativas indicam que existam entre um milhão e um milhão e meio de trabalhadores estrangeiros no país trabalhando nos preparativos para o Mundial.
Eles são contratados por meio de um sistema conhecido como kafala. É através desse meio de recrutamento que o governo do país tira de suas costas a responsabilidade pelo que vem acontecendo nas obras.
kafala funciona da seguinte forma: uma agência de trabalho seleciona trabalhadores em outros países e faz o intermédio do contato entre os trabalhadores e seu patrão, que está no país de destino. Assim, o patrão, também chamado de kafeel, tem poder para definir as regras de trabalho de seus contratados e fica responsável pelos funcionários. Mas os kafeels possuem, legalmente, muito poder sobre os trabalhadores e podem, por exemplo, proibir seus empregados de saírem dali para outros empregos ou de voltarem para seus países de origem.
Eles também podem alterar as regras do contrato sem consentimento dos trabalhadores e assim, conseguem estender a permanência do estrangeiro por diversos anos a mais. Alguns também param de pagar seus funcionários com a alegação de que existem dívidas pendentes e, ao final dos meses de contratação, é comum que seja feita uma troca: os trabalhadores assinam termos de que receberam integralmente seus salários, como forma de obterem seus passaportes de volta.
JS34531793
Um caso, em especial, chama muita atenção: os trabalhadores norte-coreanos.
Contratados diretamente pelo governo da Coreia do Norte, esses trabalhadores, além de sofrerem dos mesmo problemas pelos quais passam os operários de outras nacionalidades, ainda precisam lidar com um outro empecilho: o pagamento.
Como são enviados pelos próprios oficiais de Kim Jong-un, eles não podem receber seus salários diretamente no Qatar. O dinheiro de cada mês trabalhado é enviado diretamente ao governo da Coreia do Norte, que retém o montante até o final do período de contratação.
Quando finalmente os trabalhadores retornam para a seu país de origem, na esperança de receber o pagamento total, são surpreendidos mais uma vez: o governo toma para si 90% do pagamento e devolvemíseros 10% para os trabalhadores. Segundo Kim Joo-il, um norte-coreano que conseguiu escapar do país em 2005, o governo toma diretamente 70% do salário dos contratados e, depois disso, pega mais uma parte do restante argumentando que esta quantia seria para cobrir os custos de viagem.
Mesmo ciente de todos esses problemas, o governo qatari se mostra pouco empenhado em tomar alguma ação para melhorar as condições de trabalho e moradia de seus operários da Copa. A responsabilidade é sempre jogada de volta para os kafeels.
Quando procurados pela reportagem do The Guardian, as respostas são sempre as mesmas.
“Nós aplicamos a lei fazendo inspeções periódicas para garantir que os trabalhadores de fato estão recebendo seus salários no tempo certo”, afirma o Ministro do Trabalho. “Nós tomamos todos os assuntos relativos ao pagamento de trabalhadores de forma muito séria”, dizia o porta-voz do ministério.
Apenas palavras ao vento.
Desde que essas declarações foram emitidas, praticamente nada mudou. Trabalhadores continuam morrendo nas construções ou se suicidando. E os diversos repórteres que entram no país encontram as mesmas situações de trabalho que podem ser classificadas, sem nenhuma dificuldade, como escravidão.
As estimativas oficiais do governo mostram que, nos últimos anos, as mortes tem sido uma ocorrência um tanto corriqueira nos campos de trabalho do país. Só em 2014, um trabalhador nepalês morreu a cada 2 dias. A estatística exclui os trabalhadores vindos de outros países, como Sri Lanka, Bangladesh, Índia e Coreia do Norte, já que o número de ocorrências entre trabalhadores dessas nacionalidades ainda não foram divulgados.
Mas, se as estatísticas se repetirem – e isso é provável –, as mortes podem contabilizar mais de uma por dia, como ocorreu entre 2012 e 2013: foram 964 registros de óbitos, entre nepaleses, indianos e bangladeshianos.
Qatar migrant worker
Preocupada com a situação dos imigrantes, a Anistia Internacional lançou em novembro de 2013 umrelatório reportando as condições de trabalho e pedindo por uma ação pública mundial contra o que vem acontecendo. Em mais de 150 páginas, a organização conta como vem ocorrendo a contratação de trabalhadores, mostra os problemas desse sistema de contratação e ainda apresenta dezenas de recomendações para o governo do Qatar, dos países de onde saem os imigrantes e para a FIFA. Mas infelizmente, o chamado da ONG não foi ouvido.
Conforme a Anistia Internacional afirma, a pressão da FIFA seria suficiente para reverter a situação no país. Mas a Federação parece não ter muito interesse nisso.
Mais de um ano depois do lançamento do relatório, Joseph Blatter, presidente da FIFA, mantém sua posição sobre o assunto: “não é nossa responsabilidade”. Durante uma visita ao Sri Lanka, em dezembro do ano passado, Blatter afirmou com todas as letras.
“Elas [as companhias que contratam os trabalhadores] são responsáveis pelos seus empregados e não a FIFA”.
O presidente da entidade ainda disse que os trabalhadores estão aproveitando “melhores condições de vida” graças à Copa, contrariando todos os depoimentos expostos pela mídia até o momento.
Apesar do clima pessimista em torno de uma possível realização do evento sem penalização dos envolvidos nas tragédias com os operários, ainda existe alguma esperança de que algo possa mudar.
Recentemente, no último mês de novembro, a revista alemã Der Spiegel lançou uma reportagem citando uma suposta fonte dentro da FIFA que teria ouvido de Blatter que o Mundial de 2022 talvez não ocorra no Qatar, graças às diversas denúncias sobre as péssimas condições de vida dos trabalhadores.
Segundo a revista, Blatter teria se referido aos árabes como “arrogantes que acreditam que podem comprar tudo com seu dinheiro” e estaria, ao contrário de suas afirmações oficiais, preocupado com o que vem acontecendo no país – e claro, com a reputação da FIFA, que vem sendo questionada internacionalmente.
Se as afirmações estiverem corretas, é possível que o sofrimento dos trabalhadores nepaleses, indianos, norte-coreanos, bangladeshianos e cingaleses, ludibriados pelo sonho da Copa do Mundo, esteja próximo do fim. Até lá, continuaremos com nossa posição: que parem a Copa do Mundo no Qatar.

http://spotniks.com/por-favor-parem-imediatamente-com-copa-mundo-qatar/