quarta-feira, 16 de setembro de 2015

               AUTO_sid

POLITICA: Se houvesse impeachment, quem seria o presidente?


Em meados de 2013, o então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, ganhou a confiança do povo brasileiro por sua atuação no julgamento do mensalão. O Ex-Ministro, relator do processo, ajudou a condenar 24 envolvidos na época.


Pouco tempo depois, surgiu nas redes sociais um movimento que queria colocar o Presidente do STF na Presidência da República. Os organizadores do movimento diziam que, se houvesse impeachment, o então Ministro Joaquim Barbosa poderia ser conduzido a Presidência da República sem a necessidade de nova eleição.
 
O tempo passou e o ex-Ministro Joaquim Barbosa se aposentou voluntariamente em julho de 2014, aos 60 anos de idade.


No entanto, será que existe alguma chance do Presidente do STF ocupar a presidência da República sem eleição?


A resposta é: SIM.


Mas vamos com calma, que o assunto é um pouco mais complexo.


O sucessor natural do Presidente da República é o vice, o qual é eleito juntamente com presidente.


No entanto, na hipótese de tanto o Presidente quanto seu vice não poderem exercer suas funções, a Constituição Federal, em seu artigo 80, indica os cargos aptos a ocupar a linha sucessória presidencial. Vamos ver abaixo que linha sucessória é essa, e quem são os atuais ocupantes destas vagas:


  • 1º - Presidente da República: Dilma Roussef
  • 2º - Vice-Presidente da República: Michel Temer
  • 3º - Presidente da Câmara dos Deputados: Eduardo Cunha
  • 4º - Presidente do Senado Federal: Renan Calheiros
  • 5º - Presidente do Supremo Tribunal Federal: Ricardo Lewandowski


Como se vê, o ex-ministro Joaquim Barbosa já esteve em 5º lugar na linha sucessória presidencial.


Havia uma pequena chance sim dele exercer as funções de Presidente da República.


No entanto, trata-se do exercício da função apenas provisoriamente. Isso porque essa linha sucessória só é válida para em caso de vacância provisória do cargo.


Se houver um impeachment, que é um caso de vacância definitiva do cargo, quem assume o cargo é o vice. Foi exatamente o que aconteceu em 1992, quando Collor renunciou ao cargo. Seu vice, Itamar Franco, assumiu a presidência pelo período que restava para cumprir o mandato, sendo reeleito nas eleições subsequentes.


Mas e se tanto o presidente como o vice, seja lá por qual motivo for, deixarem de ocupar o cargo?


Bem, se o cargo de presidência da República estiver definitivamente vago, haverá a necessidade de novas eleições.


Se os cargos vagarem nos primeiros 2 anos do mandato, haverá novas eleições 90 dias após a desocupação do último cargo.


Se os cargos vagarem nos últimos 2 anos do mandato, quem elegerá o novo presidente será o Congresso Nacional. Ou seja, eleições indiretas!


Em qualquer um dos casos, o novo presidente apenas completará o período faltante do mandato do antigo presidente.


Curiosidade


Você sabia que se o Presidente e o Vice-Presidente da República se ausentarem do país por mais de 15 dias, SEM licença do Congresso Nacional, podem perder o cargo? É o que diz o artigo 83 da Constituição Federal.

Fonte: JUSBRASIL
                        iotti

MPF abre inquérito para investigar descumprimento do piso nacional do magistério pelo Governo Paulo Câmara


Sem alarde, o Ministério Público Federal em Pernambuco, através do procurador Luiz Vicente de Medeiros de Queiroz Neto, abriu um inquérito federal para investigar possível “descumprimento do piso salarial dos professores da educação básica do Estado de Pernambuco, pelo Governo Estadual, cujos recursos são oriundos do FUNDEB”.

O despacho abrindo o procedimento foi assinado em 9 de setembro. Não foi apenas o procurador da República em Pernambuco que achou necessária a investigação. Três subprocuradores gerais da República, sediados em Brasília, opinaram pela abertura do procedimento, em sessão da 1ª Câmara de Coordenação e Revisão da Procuradoria Geral da República, um órgão superior do Ministério Público Federal.

O FUNDEB é um fundo federal para a manutenção e desenvolvimento da educação básica.

O Estado de Pernambuco recebe recursos deste fundo para complementar suas ações de ensino. Como há repetidas denúncias do sindicato dos professores de que o piso nacional não é cumprido, o Ministério Público Federal resolveu investigar se há aplicação ilegal de recursos do FUNDEB.

O piso nacional é fixado em portaria do Ministério da Educação e ao receber os recursos, os estados-membros se comprometem a seguir as regulamentações federais em educação.

A investigação chega em um momento que o Poder Executivo se recusa a conceder qualquer aumento às suas categorias de servidores, sob argumento de estar acima do limite prudencial, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

                  AUTO_son

História no Ypiranga

Flávio Balbino
Fotos: Thonny Hill e Arquivo pessoal.

O Blog do Ney Lima segue nesta quarta-feira (16), com a série de entrevistas intitulada “Por Onde Anda?”, que tem como objetivo destacar as principais personalidades que fizeram parte da história do Ypiranga ao longo dos seus 77 anos. Com relatos de atletas, treinadores, entre outras pessoas que participaram das alegrias e tristezas do clube, além de relatar o que eles fazem nos dias atuais.

Para esta quarta reportagem, a equipe da Avant Comunicação & Mídia recebeu o ex-atleta Flávio Balbino, autor do primeiro gol alviazulino na história do Campeonato Pernambucano.

Flávio Balbino Bezerra (49 anos), natural de Santa Cruz do Capibaribe, fala sobre a sua atuação nas fases amadora e profissional da equipe, suas participações em outros times, além de relatar o que faz atualmente.

Blog – Como e quando você surgiu no futebol e como veio parar no Ypiranga?

Flávio Balbino – Eu comecei na equipe do Marión de Tal Chagas, um time que ele teve a ideia de fazer com uma molecada de 13 a 14 anos de idade, depois surgiu o Escolinha e nós fazíamos cesta para vender no comércio e arrecadar fundos para comprar o nosso padrão e nessa época, Toinho Sulanca era o nosso treinador. Depois a Escolinha ficou como uma espécie de juvenil do Ypiranga, então Domir passou um período sendo o treinador e nos treinos eu fui me destacando e cheguei ao Ypiranga amador e tenho uma imensa gratidão de ter jogado junto de Papaco, Domir, Soares, Tantinha, Nêgo Di, que na época era com apenas jogadores da cidade e região, isso foi o meu início no Ypiranga e depois passei um período nos juniores do Central. Em 1993, o pessoal do Ypiranga já estava com a ideia de profissionalizar a equipe, foi então que voltei ao Ypiranga e assinei em 1994, então iniciei a minha trajetória como profissional.

Flávio Balbino (em destaque) na equipe do Central de Caruaru em 1986.
Flávio Balbino (em destaque) na equipe do Central de Caruaru em 1986.

Blog – Qual era a sua posição em campo e suas principais características?

Flávio Balbino – Eu atuava como meia-esquerda, utilizava mais o domínio de bola, drible, lançamentos, toque de bola, goleador não, mas eu era um meio-campista avançado.

Blog – Na época que aconteceu a mudança do amador para o profissional, o que foi passado de mudança de postura para o elenco através da diretoria?

Flávio Balbino – Na realidade, nós tínhamos um semiprofissionalismo e ainda tínhamos aqueles resquícios de amador e, aos poucos fomos nos adaptando para o profissionalismo e dentro da diretoria, nessa época Zé Nelson e Zé Preto era quem comandavam o futebol, eles foram dando algumas pinceladas, já tínhamos alguns jogadores experientes e profissionais como era o Domir e Dimas (Dantas) era já era o nosso treinador, ele já tinha aquela postura de profissional e passou por vários times e então fomos nos adaptando aos poucos, mas sempre com aquela questão um pouco mais do amadorismo.

Em pé: João Luiz (prep. físico), Soares (treinador), Nêgo, Carlos Eduardo, Raimundo, Garrincha e Cícero. Agachados: Durango, Valmir, Rogério, Flávio, Cacá e Pamir.
Em pé: João Luiz (prep. físico), Soares (treinador), Nêgo, Carlos Eduardo, Raimundo, Garrincha e Cícero.Agachados: Durango, Valmir, Rogério, Flávio, Cacá e Pamir.

Blog – Por ser atleta ‘prata da casa’, a cobrança era maior ou você observava isso com naturalidade?

Flávio Balbino – Na época não, por que a maioria era tudo da “casa”, cerca de 80%, eu digo da ‘casa’ por que era de Jataúba, Toritama, e de fora só tínhamos o Zito que era de Caruaru, e depois quem se incorporou ao time foi o Cicero (Monteiro) que era o nosso zagueiro e capitão.

Blog – Qual foi o momento mais importante da sua vida como jogador de futebol?

Flávio Balbino – Foi o primeiro gol que eu fiz pelo Ypiranga, que foi o primeiro da equipe em Campeonato Pernambucano, foi contra o Íbis e dentro desse relato, eu soube que um locutor disse ‘um bambo, que Flávio fez’, mas naquelas alturas não foi, já foi uma jogada consciente mesmo, pois eu lembro que o goleiro veio pra cima de mim e eu dei um toque por cima e, esse foi um momento feliz na minha vida.

ano 87 ilha do retiroBlog – Quais os clubes que você atuou e o que lhe motivou a abandonar profissionalmente os gramados?

Flávio Balbino – Bem antes do Ypiranga foi apenas o Central, um pouco amador e depois participei em algumas partidas profissional. No Ypiranga não foi questão de desmotivar, é que eu estava com a idade entre 27 a 28 anos de idade e a estrutura que o Ypiranga dava é a mínima possível, nós jogávamos mesmo era com a vontade e a garra, questão de salários pra mim num fazia muita questão não, até por que o Ypiranga não tinha essa condição total de dar um salário, mas era muito pouco e eu já estava prestes a se casar e foi uma das formas que procurei o melhor para a minha família.

Blog – Como surgiu a ideia de confeccionar por um bom tempo os uniformes do Ypiranga?

Flávio Balbino – Quando eu parei de jogar, eu fui confeccionar material esportivo e surgiu nessa época, a Rota do Mar que já teria começado a patrocinar o Ypiranga, e então Arnaldo (Xavier) me convidou na loja dele, e fui até o escritório que era Avenida Cabo Otávio, e ele (Arnaldo Xavier) perguntou se eu queira fazer o material do Ypiranga, e disse ‘eu topo, me passa o modelo e o mais ou menos como é a tua ideia e faremos o possível para te atender’ e desde essa ideia, estamos já nessa empreitada que é ser confeccionista na parte do futebol.

Blog – Quais foram os melhores atletas que você atuou ao lado ou mesmo jogando contra?

Flávio Balbino – O melhor ao lado foi sem dúvidas na época do amador mesmo, Domir, Soares, Papaco e no primeiro período do profissional tivemos Mamá, Marcelo, Eu, Valmir, o Nem que passou um pequeno período, Raimundo, Cesar o meu sobrinho, eram jogadores muitos bons da época e eu sou agraciado por esses dois momentos. Ao lado também em 1995 tivemos o Jacozinho, Jayme e naquela época existiam jogadores muitos bons e contra, eu tive a satisfação de jogar contra aquela turma do Sport, que tinha Juninho (Pernambucano), os zagueiros Adriano e Sandro, Zinho e que até vencemos eles lá na Ilha, aquela equipe era muito boa, mesmo eles jovens, mas eram bons demais, e contra também tive a satisfação de atuar contra o ex-goleador no Náutico, Bizú.

Foto: Jornal do Commercio/Alex Braga.
Flávio Balbino na marcação sobre o ex-atacante Bizu (9) em 03/04/1994. Foto: Jornal do Commercio/Alex Braga.

Blog – Atualmente, em sua opinião o que diferencia tecnicamente o Ypiranga amador para as últimas equipes que foram formadas no profissional?

Flávio Balbino – Eu acho que o Ypiranga naquela época se fosse hoje estaria disputando bem, eu não quero ser muito otimista nesse aspecto, mas dentro disso daí tem poucos jogadores profissionais iguais aos que eu passei no Ypiranga com amador e, acredito que aquela equipe era melhor do que algumas formadas principalmente essas do ano passado e desse ano, que são horríveis, eu particularmente faz dois anos que eu não piso no campo do Ypiranga e, não tenho mais vontade não, primeiro por um certo descuido da administração, tratam o Ypiranga de uma forma, sendo na maioria das vezes muita negativa e dentre esses dois anos pra cá, sinceramente não dá vontade ver por que é horrível mesmo.

Blog – Qual o seu maior orgulho e a maior decepção atuando no futebol?

Flávio Balbino – Meu orgulho foi ter participado do Ypiranga amador e também ter atuado no profissional, esses foram o meu orgulho, ter defendido o Ypiranga e ter passado um período de aprendizado no Central e surgiram algumas coisas absurdas lá, mas eu sempre tive a educação de família boa, que era de mim colocar no lugar. Já a decepção, eu creio que é o cuidado das diretorias que não é um cuidado bom para os jogadores, alguns deles, quando eu passei por profissional e essa é uma decepção que eu gostaria de externar, por não ter uma estrutura para acolher tantos jogadores bons na minha época, que eram alguns jogadores da região que tinham condições de ter se desenvolvido mais, não por falta de vontade da diretoria, mas dar uma estrutura em si que o Ypiranga deveria ter, realmente é difícil e isso deixa uma tristeza enorme.

Blog – O que Flávio Balbino faz atualmente na vida?

Flávio Balbino – Eu sou confeccionista como a maioria daqui de Santa Cruz e, ainda estou no ramo de esportes, e sigo fabricando com a marca da Rota do Mar, pois eles sempre fazem os pedidos e com isso estou tentando garantir o futuro da família com o melhor, que dentro dessa minha área que é a confecção esportiva.

Por Ney Lima
                   AUTO_sid

Mendonça diz que a Oposição vai travar a luta democrática pelo impeachment


O líder do Democratas, Mendonça Filho, questionei, na noite desta terça-feira (15/09), no plenário da Câmara dos Deputados a postura do PT de acusar a oposição de querer o “golpe”, porque apresentou uma questão de ordem para esclarecer dúvidas sobre o processo de impeachment da presidente Dilma.
Mendonça Filho recorreu a fatos históricos para respaldar o seu discurso e lembrou que, em 25 de maio de 99, nomes históricos do PT colocavam, no mesmo plenário, pedido contra o então presidente FHC. O pedido foi rejeitado.
"Na época, o PT não dizia que era golpe. Considerava o pedido constitucional", lembrou, rebatendo as acusações do PT e do PCdoB de que falar em impeachmet é golpismo. "Golpe foi o que fez a presidente Dilma na campanha: mentira após mentira. Mentirosa, a presidente mentiu", afirmou Mendonça.

O líder do Democratas lembrou, também, que o PT foi um dos partidos que encabeçou o pedido de impeachment do ex-presidente Fernando Collor. "Não tem nada de golpista. Isso é democrático. Está na Constituição. O que fazemos hoje é democrático", afirmou, ressaltando que a Oposição vai insistir no impeachment.

Confiram o discurso no Vídeo a baixo >>>


                                    AUTO_ponciano

AUMENTA NÚMERO DE CASOS DE CHIKUNGUNYA EM PERNAMBUCO

Subiu para 13 o número de casos de chicungunha (chikungunya) registrados em Pernambuco. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira (16). Os seis novos casos da doença foram comprovados a partir de exames laboratoriais, segundo o órgão. Até agora, já foram notificados 216 casos suspeitos de chicungunha (chikungunya) em todo o Estado este ano. Deste total, 172 já foram descartados.

Dos casos confirmados, em pelo menos dois pacientes o vírus foi importado da da Bahia. As ocorrências foram notificados em Iguaraci. Outros nove casos com transmissão autóctone (vírus transmitido dentro do Estado). As ocorrências foram notificados em Iati (8) e Recife (1). A secretaria ainda investiga a linha de transmissão de outros 2 casos registrados em Olinda (1) e Itaíba (1). 

“A SES já está, junto às secretarias de saúde municipais, realizando ações de bloqueios nos municípios que têm casos confirmados, assim como nas cidades vizinhas, ampliando o nosso raio de atuação. As ações consistem tanto no tratamento casa a casa, ou seja, intensificando as visitas às residências, como os bloqueios com uso de bombas motorizadas costais e carros de fumacê”, comentou a coordenadora do Programa de Controle da Dengue e Chikungunya da SES, Claudenice Pontes.

TRANSMISSÃO - Assim como o vírus da dengue, a chikungunya é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. As pessoas que contraem o vírus tendem a apresentar febre acima de 38,5 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Além disso, pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas.  A Secretaria de Saúde alerta que o controle do mosquito é a ação mais importante, pois as pessoas podem ter chikungunya e dengue ao mesmo tempo.
                    AUTO_genildo

FORTE TERREMOTO ATINGE O CHILE E ALERTA DE TSUNAMI É DECLARADO

Um forte terremoto ocorreu nesta quarta-feira (16) ao norte de Santiago, perto de Coquimbo, no Chile. Segundo o jornal 'El Mercurio', a magnitude preliminar do tremor é 8.3. Um alerta de tsunami foi emitido pelas autoridades para toda a região costeira.

Houve pelo menos duas réplicas. A polícia chilena alertou a população a manter a calma diante de novas possíveis réplicas. O epicentro do tremor fica no mar, a pouco mais de 10 km da costa.

"Estava na parte externa do Shopping Arauco quando percebi que as portas de vidro do cinema estavam balançando bem forte, mas não ventava. Aí percebi que as pessoas começaram a sair. Aí comecei a sentir o chão tremer. Ficamos na parte descoberta, onde a boa parte das pessoas ficaram esperando o tremor passar", relatou de Santiago a repórter Isabela Leite, do G1.

"Foram dois tremores. O que posso dizer é que estava no hotel e tudo começou a tremer muito. Os móveis no quarto começaram a se movimentar. Quando saí para a rua, estava tudo normal. Na segunda vez eu estava com um grupo de brasileiros na recepção do hotel. Foi mais forte, vimos carros andando sozinhos. Os turistas estavam com muito medo, mas os nativos estavam tranquilos", disse a turista brasileira Thais Luiz.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada (SHOÁ) anunciou o alerta de tsunami no setor litorâneo da região central e sul do país.

De acordo com o Centro Nacional de Sismologia da Universidad de Chile, o sismo foi sentido às 19h54, com epicentro localizado 36 quilômetros ao oeste da cidade de Canela e a 11 quilômetros de profundidade.
             
             AUTO_edcarlos

Tem projeto de Diogo Moraes tramitando para beneficiar os motoristas de Pernambuco


A Comissão de Legislação, Constituição e Justiça aprovou, na manhã desta terça-feira (15), projeto do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) que versa sobre a obrigatoriedade da inclusão do cartão de débito entre as formas de pagamento nas praças de pedágio sob a administração do Estado ou de concessionárias no âmbito de Pernambuco.

O objetivo da proposta é garantir mais uma forma pagamento aos motoristas que precisam trafegar por vias pedagiadas e, com isso, facilitar a vida dos condutores. O projeto deve ser analisado no plenário nos próximos dias.
              AUTO_fausto

O Facebook vai lançar o “não curti”?


Olá, tudo bem?

Ontem aconteceu na sede do Facebook, uma sessão de perguntas e respostas com Mark Zuckerberg, fundador do Facebook. Dentre várias perguntas respondidas, a primeira foi:

– “Por que não temos outras opções além do curti, como: sinto muito ou não curti?”

Eu acho importante esclarecer isso, pois muitas pessoas me procuraram pedindo minha opinião sobre esse novo recurso.

Bem, em primeiro lugar, o Mark não disse que sim nem que não. Ele disse que eles estão testando isso. Logo, se for um teste bem sucedido, é possível que sejam lançadas OUTRAS FORMAS DE INTERAÇÃO, não necessariamente o “não curti”.

Segundo o Mark (em tradução livre), “demorou um certo tempo até chegarmos aqui, pois não queremos transformar o Facebook em uma forma das pessoas votarem sim ou não nos posts. Essa não é a comunidade que queremos criar. Mas, recebemos pedidos onde as pessoas não querem ‘votar’ curti ou não curti, o que elas realmente querem é expressar sua empatia.

Quando alguém está passando por algum momento difícil, não é confortável curtir aquele post, mas seus amigos podem querer expressar que eles entendem e, eu entendo que é importante dar as pessoas mais opções do que apenas curtir. Estamos trabalhando nisso há algum tempo, é algo complicado e uma pequena interação não é assim tão simples. Porém, temos algumas ideias, vamos colocar em testes logo e dependendo do resultado, vamos liberar para mais pessoas”

RESUMINDO

Pelo o que entendi, o Facebook está trabalhando para trazer mais opções de interação. Isso não significa que teremos um botão “não curti”. Então, vamos aguardar os resultados dos testes. Como se diz no Facebook “Code wins arguments”

Para acompanhar o replay do Q&A com o Mark clique aqui

Por Camila Porto, formada em Comunicação Institucional na UTFPR e especialista em Marketing pela PUC-PR.

                 00rs0915ars

Diogo Moraes se reúne com representantes da Polícia Civil e garante apoio ao projeto da PC

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) recebeu, na manha desta quarta-feira (16), integrantes da Polícia Civil no seu gabinete. Na reunião, o parlamentar se colocou à disposição da categoria para colaborar com a aprovação de um importante projeto que tramita na Assembleia Legislativa de Pernambuco, o PL 430/2015, de autoria do Executivo estadual. O texto versa sobre a regulamentação das atividades atribuídas à Polícia Civil em Pernambuco.

O gerente de controle operacional especializado da Polícia Civil, delegado Darlson Freire, esclareceu que o projeto regulamenta atividades que já são desempenhadas pela categoria. O texto diz que cabe exclusivamente ao delegado de polícia “lavrar procedimentos flagranciais, inclusive termos circunstanciados de ocorrência, e presidir a apuração de infrações penais, por meio de inquérito policial ou outro procedimento previsto em lei”. “O projeto de lei que tramita aqui, que fala sobre as prerrogativas dos delegados, vem para confirmar uma situação que já é de conhecimento de todos”,destacou Freire.

O projeto já passou pelas principais comissões da Assembleia Legislativa e a categoria pede celeridade na aprovação no plenário para que possa ser sancionado pelo governo estadual. Diogo Moraes garantiu que vai trabalhar pela rápida aprovação na Casa Joaquim Nabuco. “Vamos tentar levar ao plenário o mais rápido possível para que, até a semana que vem, já esteja nas mãos do governador”, afirmou o deputado.

O delegado Luiz Andrey, que é subchefe da Polícia Civil em Pernambuco, agradeceu a atenção recebida. “Quero ratificar o agradecimento pelo apoio recebido. Esse projeto de lei é um dos índices do acordo firmado entre a Polícia Civil e o Estado há alguns meses”, disse.

Na ocasião, o deputado ouviu diversas necessidades da categoria. Também participaram do encontro o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Pernambuco, Francisco Rodrigues; a vice-presidente da instituição, Silvana Lelis; o diretor Integrado Especializado, Salustiano Albuquerque; o diretor da Academia da Polícia Civil, Romano Costa; o delegado Nehemias Falcão, responsável pela GPCA; Renato Rocha, diretor de Inteligência; e delegado Salatiel Patrício, responsável pela Divisão de Homicídio Metropolitana Norte.
                  16-29

SITUAÇÃO DA PE-145 É DISCUTIDA EM AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CIDADE DE BREJO DA MADRE DE DEUS,E NINGUÉM DE JATAÚBA COMPAREÇEU


 Na última sexta-feira (11) a situação calamitosa que se encontra a PE-145 que liga a comunidade de Cachoeira Seca (Lampião) na zona rural de Caruaru, ao município de Jataúba, cortando a cidade de Brejo da Madre de Deus, foi pauta de uma audiência pública que contou com a presença de várias autoridades políticas, entre elas os vereadores, Hilário Paulo (SD), Josevaldo Lopes (PTB), Flávio Diniz (PP), Laelson do Sindicato (PT), Manuel Bento (PC do B), Wagner Assunção (SD), Robertinho Asfora (PSB), Nenê do Reboque (PTC), Avecino Lima (PR) e a presidente da Câmara, Maria José do Tambor (PDT), além do prefeito Dr. Edson de Sousa (PTB) e dos deputados estadual Diogo Moraes (PSB) e Raquel Lyra (PSB).
 Mesmo sem ter vinculo direto com a PE-145, as cidades de Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte estiveram representadas pelos vereadores Afrânio Marque (PDT – Presidente da Câmara de Santa Cruz), Junior Gomes (PSB – Santa Cruz) e Gilson Carlos (PTN - Taquaritinga). Além do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB).
 Apenas o Senhor Valdir representou o DER (Departamento de Estradas e Rodagem), comprovando que a melhoria da rodovia de fato não é uma prioridade do Governo do Estado. Destacasse também a falta de representatividade política de Caruaru e Jataúba, já que a PE-145 também compreende os dois municípios, mas não foi suficiente para despertar o interesse dos políticos das duas cidades.

 A audiência que atendeu o requerimento apresentado pelo vereador Josevaldo Lopes na Câmara Municipal de Vereadores e aprovado por todos os vereadores foi tomada pelos fortes discursos, como o do Petebista.
 “A situação da rodovia encontra-se em estado de calamidade, repleta de buracos, quase que intransitável. Isso traz riscos à vida dos motoristas e passageiros dos veículos que trafegam diariamente”, pontuou Josevaldo.
 Já o vereador Hilário Paulo lamentou a situação e cobrou empenho dos deputados, mostrando que Brejo da Madre de Deus também se encontra da rota do polo de confecções do Agreste de Pernambuco.
 “É lamentável a situação que se encontra a PE-145, esquecida pelo estado e peço o empenho dos senhores deputados que aqui tiveram votos, para buscar a sensibilização do Governo do Estado para apresentar melhorias nessa rodovia que também faz parte da rota do Polo de Confecções”, enfatizou Hilário.
 O prefeito Dr. Edson fez um discurso realista e considerou que o recapeamento não deva sair tão cedo e que não se aguenta mais apenas tapa-buracos, que segundo ele, não resolver o problema.
 “Pelo que vejo aqui, esse recapeamento não acontecerá tão cedo e nós já estamos cheios de tapa-buracos que não resolve nada, faz no dia e no outro o problema continua do mesmo jeito”, desabafou.
  Por sua vez, a deputada Raquel Lyra ponderou que em épocas de crise não se pode ter perspectiva de melhora tão logo, mas que o DER fará o tapa-buracos em duas etapas.
 Diogo Moraes reforçou as palavras da deputada Raquel, de que, em curto prazo apenas o tapa-buraco poderia ser feito, destacando alguns cortes de despesas que estão sendo feitas pelo Governo Estadual.
 “O governador e o secretário Sebastião Oliveira não têm medidos esforços para cumprir esses trabalhos. Pedimos um pouco de paciência para acontecer essa restauração de fato e de direito. Antes disso, quero dizer que, para amenizar o sofrimento, a operação tapa-buracos será reiniciada no início da semana”, falou seu Valdir.
 Na oportunidade a organização do evento apresentou vídeos de reportagens da TV Asa Branca em um telão, onde o assunto era os transtornos causados pelos buracos na pista de rolamento. Para descontrair e abrilhantar a audiência ainda contou com a apresentação do cantor Savinho do Acordeon, que animou o público presente que musicas do cantor Juiz Gonzaga.
Do: Blog Agreste Notícia
                  AUTO_fred

ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA FAVORECE CICATRIZAÇÃO

 Em todas as fases da vida, é comum desenvolvermos feridas de pele. Essas lesões podem causar dor e prejudicar a qualidade de vida. Por definição, as feridas são uma interrupção na continuidade da pele. São causadas por traumas, acidentes, cirurgias ou desencadeadas por alguma doença. Podem ser agudas, superficiais e de simples tratamento ou podem ser consideradas crônicas, com maior dificuldade de cicatrização e reincidência. Na maioria dos casos, as feridas são tratadas e a pele cicatriza, voltando ao estado normal.
 Além do tratamento, realizado com medicamentos tópicos e curativos indicados pelo profissional de saúde de acordo com o tipo de lesão, outros fatores podem auxiliar na cicatrização, acelerando o processo de regeneração da pele. Os principais aspectos para a melhor regeneração tecidual são a hidratação e a nutrição adequadas. A alimentação deve ser equilibrada e balanceada, com carboidratos, proteínas, gorduras e vitaminas. O nutricionista é o profissional indicado para definir a dieta, de acordo com cada caso.
 Os carboidratos são importantes porque oferecem energia para a função dos leucócitos, macrófagos e fibroblastos. Já a proteína favorece a formação de novos vasos sanguíneos, a proliferação dos fibroblastos e a síntese de colágeno, que são fatores imprescindíveis para a cicatrização. E, para dar a energia necessária para a formação de novas células, é imprescindível também a ingestão adequada de gorduras.
 Existe a necessidade da alimentação comtemplar a ingestão de vitaminas A, C e minerais. A vitamina A favorece a síntese e a ligação cruzada do colágeno, além de oferecer resistência ao tecido regenerado. A vitamina C auxilia na resposta imunológica e na síntese e resistência do colágeno. E os minerais também contribuem para a cicatrização de forma efetiva. Em casos de feridas difíceis e recorrentes, pode ser necessária uma dieta diferenciada, hiperproteica e hipercalórica. E, para manter a hidratação da pele, é indicada a ingestão de água, suco de frutas naturais e água de coco.
Sono, cigarro e idade - Outros fatores também podem afetar a cicatrização. Entre eles estão à infecção da ferida – nesse caso a cicatrização tem que disputar os fatores imunológicos com a infecção – e a oxigenação do tecido, já que uma circulação deficiente reduz o fornecimento de oxigênio aos tecidos desacelerando a cicatrização.
 Além disso, a idade avançada, alguns tipos de medicamentos e o cigarro também podem prejudicar a cicatrização. O avanço da idade diminui a velocidade metabólica celular. Acima dos 60 anos, é comum o surgimento de disfunção vascular, diabetes e aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos. E, em relação às drogas, anti-inflamatórios corticoides, quimioterápicos e a nicotina podem influenciar no processo cicatricial por diminuírem a resposta imunológica normal.


Por: Antonio Rangel/Enfermeiro estomaterapeuta – especialista em feridas – da Membracel
                   nani2

Brejense continua desaparecido em Praia Grande - SP

Wanderson está desaparecido há mais de 30 dias

O brejense Wanderson Feitosa dos Santos, 32 anos, conhecido por “Barão”, continua desaparecido em Praia Grande, litoral paulista. Ele foi visto pela última vez no dia 05 de agosto. Wanderson está há nove anos em Praia Grande, onde trabalhava no restaurante TATUÍ, no bairro Cidade Ocian. (O restaurante TATUÍ fica na Avenida Presidente Castelo Branco em frente ao Quiosque 85 e próximo à estátua de Iemanjá, na orla da praia).
Wanderson é natural de Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambucano. Ele tem estatura média, cor parda, e tatuagens. Alguns familiares e amigos iniciaram buscas em hospitais, delegacias, abrigos e IMLs de Praia Grande e cidades vizinhas, mas não conseguiram informações. A família aguarda com muita ansiedade notícias que possam levar ao seu paradeiro. Um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi prestado na delegacia de Praia Grande-SP.
Quem souber de alguma informação que possa levar a localização de Wanderson Feitosa dos Santos pode entrar em contato com o pai dele, Adelson Feitosa, através do telefone (81) 9.9697-6424.
Ajudem a compartilhar esta notícia para que mais pessoas tenham conhecimento.
Do Estação Notícias

ANÚNCIO EM TEMPO DE CRISE



carro
Quem quiser comprar, taí o telefone na foto acima.
Uma boa oferta pros leitores do Rio da Janeiro.
O motivo da venda é muito forte. É desesperador. É imperioso.

Audiência pública foi realizada para discutir situação caótica da PE-145


Na tarde da ultima sexta-feira (11) foi realizada, em Brejo da Madre de Deus, uma audiência pública para tratar da necessidade de melhorias na rodovia PE-145.

A rodovia é uma das principais rotas de acesso ao município e também a vários distritos como Fazenda Nova, Barra de Farias, Itaúna entre outros.

A audiência, que foi proposta pelo vereador Josevaldo de Mandaçaia (PTB) e foi realizada na quadra da escola municipal Maria da Glória, que fica no bairro Centro, próximo ao campo de futebol.

Estiveram presentes vários representantes da sociedade civil, vereadores, o prefeito, deputados, além de outras autoridades e prefeitos da região.

A população brejense espera que tudo o que foi prometido nesta audiência, seja de fato cumprido e traga dias melhores pra quem precisa passar pela referida rodovia.

Do Estação Notícias com  Informações do Ney Lima

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

                    AUTO_son

Quatro vans com sulanqueiros são assaltadas na BR-232 em Caruaru



Quatro vans que transportavam sulanqueiros para Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foram abordadas e os passageiros assaltados na madrugada desta segunda-feira (14). Os casos foram registrados em dois trechos da BR-232 no mesmo município. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os criminosos levaram mais de R$ 15 mil, além de aparelhos celulares e documentos.

Ainda segundo a PRF, as quatro ações não foram simultâneas, mas dois dos motoristas podem ter sido abordados ao mesmo tempo: três delas ocorreram após o acesso à Vila Peladas, quando três homens conduziram os veículos a uma estrada rural. Já o quarto caso aconteceu após o acesso à Vila Cipó. O veículo foi interceptado por dois homens em uma motocicleta e o condutor coagido a dirigir até uma estrada de terra próxima à rodovia.

A PRF destacou que rondas são realizadas e fiscalizações reforçadas em dias de feira, a fim de evitar casos do tipo. Ainda segundo a corporação, investigações têm sido intensificadas e prisões realizadas com o objetivo de diminuir esse tipo de ação na região.